SUPREMO IMPEDIU QUE GOVERNO BOLSONARO PRODUZISSE UM GENOCÍDIO, DIZ BARROSO

28 de jul de 2020

Em evento da OAB ontem à noite, o ministro Luís Roberto Barroso disse que o Supremo impediu um genocídio ao vetar a campanha ‘O Brasil Não Pode Parar’, lançada pelo governo federal em março.

“Num momento em que se recomendava o isolamento social, a política pública de convocação das pessoas ao trabalho e às ruas poderia produzir um genocídio, sobretudo nas comunidades pobres. E, portanto, em nome do direito à vida, e do direto à saúde, o Supremo impediu a difusão dessa campanha”, disse.

O ministro também comentou a decisão da corte que deu autonomia a estados e municípios sobre as regras de isolamento social e também a que obrigou o Ministério da Saúde a divulgar diariamente dados corretos sobre a pandemia.

 

Via: O Antagonista

  • Compartilhe:

Publicidade