”SE MORO SAIR É O INÍCIO DO FIM”, DISPARA DEPUTADO TITO SOBRE GOVERNO BOLSONARO

24 de abr de 2020

Se Moro sair é o início do fim”. A síntese é do deputado federal Tito (Avante-BA), que afirmou ter preocupação com a continuidade do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), após o ministro da Justiça, Sérgio Moro, ter apresentado pedido de demissão.

O estopim para a decisão foi a tentativa de Bolsonaro de Maurício Valeixo, que é homem de confiança de Moro, da diretoria-geral da Polícia Federal. O presidente tenta reverter a saída do ex-magistrado da Lava Jato.

“Se Moro sair é o início do fim. Algo extremamente grave, por qualquer que seja o motivo. Não só conceitual, mas a própria estabilidade da continuidade do governo …] eu entendo que um dos principais avalistas do governo Bolsonaro é a presença do Sérgio Moro no governo, a grande maioria dos brasileiros percebe isso. Penso que, caso ele saia, é o início do fim, não é algo bom para o país”, avaliou o deputado Tito.

Moro chegou ao Planalto com discurso de enfrentamento à corrupção e de autonomia para fazer os ajustes necessários nessa direção, mas desde então acumula baixas e contrariedades do próprio presidente, que busca ter controle sobre a atuação da Polícia Federal.

“Vai trazer uma instabilidade política muito grande para um governo que está muito confuso ainda, está muito desencontrado. A expectativa nossa é que as coisas se ajustem”, acrescentou o deputado Tito.

 

Fonte-BNews

  • Compartilhe:

Publicidade