RUI COSTA, ZÉ RONALDO, JOÃO GUALBERTO E JOÃO SANTANA. COMO FICAM OS PALANQUES EM BARREIRAS?

10 de abr de 2018

Roberto de Sena

Mural do Oeste

 

Anunciados os três pré-candidatos a governador da Bahia, é hora de refletir sobre como poderão ficar os palanques de cada um dos candidatos em Barreiras.

Rui Costa – O governador, candidato a reeleição, depois da desistência de ACM Neto parece que terá o palanque mais recheado de lideranças na capital do Oeste Baiano. Se o prefeito de Barreiras, Zito Barbosa deixar o Dem e for para o PSD como vem sendo largamente ventilado, o palanque de Rui reluzirá com Zito (?), Antonio Henrique, Jusmari e Tito. É peso pesado. É quase todo o mundo político de Barreiras em um só palanque. Coisa difícil de se ver uma vez que os interesses são os mais díspares possíveis.

Zé Ronaldo – Candidato a governador pelo DEM, Zé Ronaldo deve se esforçar ao máximo para não permitir que Zito saia do partido. Se Zito ficar, o palanque do Dem em Barreiras será forte. Caso contrário fica difícil até saber com quem o candidato de ACM Neto vai contar em Barreiras. Um nome que pode ajudar muito a costurar os acordos locais é o deputado estadual Pablo Barrozo, candidato a reeleição e que tem prestígio com Zito Barbosa e com outras lideranças da cidade. Vamos aguardar.

João Gualberto –  O candidato do PSDB terá em seu palanque o ex-prefeito de Barreiras, Saulo Pedrosa e mais alguns aliados. Poderia ter o candidato a deputado federal Carlos Tito mas, até onde se sabe, Tito teria compromisso com PSB.  Para Tito seria estrategicamente melhor ficar sozinho no palanque da oposição botando o dedo na ferida da situação. A chance de se destacar e crescer, pelo menos no campo das hipóteses, parece ser maior.

João Santana – O candidato do PMDB teria, hipoteticamente, o apoio da vice-prefeita de Barreiras, Karlúcia Macêdo. Ela é secretária de Ação Social e ainda não se manifestou com relação as eleições de 2018. Se ela ficar no palanque do partido ao qual pertence pode engrossar as fileiras de  João Santana. Se levar o o seu prestígio para outro palanque deixará o PMDB esvaziado em Barreiras. Karlúcia é militante histórica do partido e isso pode pesar muito em sua decisão na hora “H”.

Nos próximos dias com os avanços das conversas que vem se desenrolando nos bastidores poderemos ter uma visão mais clara da provável montagem dos palanques para as eleições de 2018.

Com a saída de ACM Neto o quadro mudou muito para a oposição que agora está sendo obrigada a se realinhar em outros palanques. O jogo eleitoral de 2018 começou de forma sensacional. Novos lances podem acontecer a qualquer momento.

  • Compartilhe:

Publicidade