PREFEITURA DE BARREIRAS DIALOGA COM COMERCIANTES DA PRAÇA 24 HORAS SOBRE MUDANÇAS PROPOSTAS PARA O LOCAL

25 de jul de 2018


 

Uma roda de conversas abriu a manhã desta segunda (23) para os comerciantes que possuem pontos na Praça 24 Horas, no Centro Histórico de Barreiras. A convite de integrantes da Comissão a Praça é Nossa – composta por representantes da Procuradoria, Secretaria de Infraestrutura, Secretaria de Segurança Cidadã e Coordenadoria de Trânsito – os comerciantes receberam informações sobre a proposta de requalificação da área, um projeto amplo que está sendo construído pela Prefeitura ouvindo a população.

“Precisamos mudar a estrutura do local para assegurar a requalificação, nossa intenção não é desamparar essas pessoas que trabalham na praça, e, sim, dar opções para que possam continuar ganhando seu dinheiro, com segurança, conforto e dignidade”, disse a chefe de gabinete, Marileide Carvalho que relatou ainda que os comerciantes próximos à praça e os moradores do Centro Histórico manifestaram sua insatisfação com a Praça 24 Horas, pedindo a retirada dos quiosques, por meio de um abaixo assinado contendo 280 assinaturas.

“O local ficou um ponto esquecido, com muitas denúncias sobre falta de segurança e de infraestrutura. Será totalmente requalificado com o objetivo de fazer com que as pessoas voltem a frequentá-lo. A ideia é colocar apenas dois quiosques que serão ocupados por meio de concorrência pública entre os interessados”, revelou a advogada da Procuradoria Municipal, Caroline Cruz.

Para que a praça seja desocupada e o projeto implementado, será necessário relocar os atuais comerciantes que ocupam os quiosques ali instalados e esta foi a pauta que norteou o primeiro encontro. Muitos concordam em deixar o local e reclamam da insegurança e falta de estrutura. “Pagamos as contas de água e de energia, mas não pagamos uma taxa específica de manutenção do patrimônio”, diz o vendedor de cachorro quente há 27 anos, Edvaldino dos Santos, o ‘Menininho’, como é conhecido pela população de Barreiras.

Cada caso será analisado de forma particular, alguns poderão ocupar espaços na feira livre, outros, na área externa do Geraldão, na praça dos food trucks, em fase de estruturação. Mas, de acordo com os representantes da comissão, todos serão ouvidos e terão participação no processo de mudanças, sem que haja prejuízo.

Nesta quarta-feira (25), uma Audiência Pública será realizada às 19h no Centro Cultural Rivelino Silva de Carvalho. Na oportunidade será apresentado um pré-projeto de Requalificação do Centro Histórico de Barreiras, pela arquiteta responsável, Luiza Carvalho.

Dircom/PMB – 23.07.2018

  • Compartilhe:

Publicidade