PAI E FILHO MORREM DE COVID-19 E SÃO ENTERRADOS NO MESMO DIA EM SANTA CATARINA

06 de mar de 2021

Vendolino Borghezan, de 71 anos, e o filho Clederson Borghezan, de 32, morreram de Covid-19 com menos de 24 horas de diferença no Hospital Tereza Ramos, em Lages, na Serra catarinense. Os dois estavam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Eles foram sepultados ao mesmo tempo na sexta-feira (5) em Otacílio Costa, cidade onde moravam, também na região serrana.

Segundo a prefeitura, pai e filho são as 17ª e 18ª vítimas da doença na cidade. Um irmão do jovem e filho de Vendolino também está hospitalizado com Covid-19, na enfermaria Covid do Hospital Santa Clara, de Otacílio Costa.

Clederson Borghezan, conhecido como Kedy, era DJ e estudante de engenharia de produção. O universitário deu entrada na UTI no dia 18 de fevereiro. O pai, que era aposentado, teve que ser internado no dia 2 de março em função de complicações causadas pela doença.

Pai e filho, Vendolino Borghezan, de 71 anos, e Clederson Borghezan, de 32, morreram por Covid em SC  — Foto: NSC TV/Reprodução

Pai e filho, Vendolino Borghezan, de 71 anos, e Clederson Borghezan, de 32, morreram por Covid em SC — Foto: NSC TV/Reprodução

Depois de 15 dias internado o jovem não resistiu e morreu na noite de quinta (4). Na manhã de sexta (5), o pai dele também faleceu.

A universidade que o estudante frequentava fez uma homenagem em lembrança ao aluno e ao pai. Nas redes sociais, amigos e parentes lamentaram a morte dos dois.

“Querida família, diante de tamanha dor não tenho palavras nesta hora. Clamo a Deus que dê força para vocês, queridos amigos. Se sintam abraçados. Contem com minhas orações”, disse uma amiga das vítimas.

G1

  • Compartilhe:

Publicidade