FINANCIAL TIMES: ”BOLSONARO NÃO É MAIS O FAVORITO NAS ELEIÇÕES DO PRÓXIMO ANO”

05 de abr de 2021

O Financial Times, em editorial publicado neste fim de semana, citou a tentativa de interferência de Jair Bolsonaro nas Forças Armadas e afirmou que o presidente brasileiro “está mais isolado do que nunca”.

A troca dos comandantes militares “aprofundou a crise política” no país, mas as Forças Armadas não são a única instituição que se afastou do presidente, completou o jornal britânico.

“Uma semana antes, centenas de líderes empresariais proeminentes assinaram um manifesto exigindo ação governamental eficaz para controlar a segunda onda da pandemia, que ameaça a recuperação econômica instável do Brasil”, afirmou o FT em referência ao manifesto assinado por centenas de economistas e banqueiros.

“Um dos maiores negacionistas da pandemia do coronavírus no mundo, Bolsonaro recusou-se a usar máscara durante a maior parte do ano passado, criticou as vacinações e classificou a pandemia como ‘uma gripezinha’. Ele agora luta para manter o governo unido e as esperanças de reeleição em meio aos piores números da Covid-19 no mundo.”

O jornal mencionou ainda as eleições de 2022 e disse que Bolsonaro não é mais visto como o favorito.

“Com o retorno do ex-presidente esquerdista Luiz Inácio Lula da Silva à política, depois da anulação de sua condenação por corrupção, Bolsonaro não é mais o favorito nas eleições do próximo ano.”

 

Via: O Antagonista

  • Compartilhe:

Publicidade