CPI QUEBRA O SIGILO DE LÍDER DO GOVERNO BOLSONARO

03 de ago de 2021

 

Os senadores da CPI da Covid aprovaram requerimento que prevê a quebra de sigilos telefônico, telemático, fiscal e bancário do líder do governo Bolsonaro na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR).

Os parlamentares da comissão querem apurar a ligação do deputado com a negociação para a compra da vacina indiana Covaxin, cujo contrato foi cancelado por suspeitas de irregularidades.

Em depoimento à CPI, o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) afirmou que levou as suspeitas ao presidente Jair Bolsonaro pessoalmente. Bolsonaro então teria dito que era um “rolo” do líder do governo.

 

Raquel Lopes e Renato Machado/Folhapress

  • Compartilhe:

Publicidade