CORONEL DEFENDE PAPEL DA POLÍTICA NA CORREÇÃO DE RUMOS E CRITICA CONDENAÇÃO DE LULA

02 de fev de 2018

 

Presidente da Assembleia, Angelo Coronel, fez discurso contundente na reabertura dos trabalhos legislativos

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Angelo Coronel (PSD), fez hoje uma defesa contundente do papel da política como instrumento de transformação social e solução de conflitos, ao discursar, em seguida ao governador Rui Costa (PT), na reabertura dos trabalhos da Assembleia neste ano de 2018. Ele também afirmou que a classe política tem defeitos, mas ressaltou que o que está errado precisa ser corrigido pelo cidadão, que usa o voto para escolher seus representantes. “Qualquer outra forma de se querer corrigir a política, senão pela política, é uma aberração”, disse o presidente da Assembleia, ao criticar a tentativa de moralização da política por setores do Judiciário e condenar a condenação do ex-presidente Lula, que chamou de maior líder popular da história. Coronel lembrou que completou hoje exatamente 365 dias como presidente da Assembleia e atribuiu à iniciativa de comandar a Casa colegiadamente os avanços que foram registrados no período, especialmente a aprovação da lei que proíbe a reeleição para a presidência do Legislativo, a reafirmação da soberania do Parlamento e aprovação do plano de cargos e salários dos servidores, num reconhecimento ao trabalho do funcionalismo. Destacou ainda a criação do Instituto Assembleia de Carinho, idéia pioneira lançada por sua mulher, Eleusa, com o objetivo de fomentar ações sociais no Poder que já está sendo copiada por nove outras Assembleias do país e encerrou o discurso dizendo defendendo que políticos e autoridades não deixam nunca de lutar por dias melhores.

 

Via: Política Livre

  • Compartilhe:

Publicidade