CARMÉLIA DA MATA CRÍTICA TRATAMENTO DO GOVERNO DO ESTADO AOS SERVIDORES DO SAC

19 de mar de 2020

A presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Barreiras, Carmélia da Mata, criticou nesta quarta-feira a manutenção do funcionamento das atividades do Serviço de Atendimento ao Cidadão, SAC. Segundo Carmélia, apesar das diversas medidas que tem sido tomadas com o objetivo de conter a propagação do vírus, a restrição do atendimento ao público do SAC não resguarda as centenas de servidores públicos em todo o estado e dezenas de trabalhadores aqui em Barreiras, cidade que possui um posto de atendimento do órgão.

“Estes servidores irão se manter aglomerados em seus locais de trabalho, um ambiente fechado, mesmo após as diversas recomendações para se evitar tais situações, o que demonstra a falta de atenção para as pessoas que por condições naturais, mantém contato com centenas de pessoas diariamente, se colocando em situação de vulnerabilidade para uma possível contaminação. É para isso que buscamos chamar atenção, para as pessoas que não tem por parte das autoridades a atenção necessária para que exerça os cuidados com a sua saúde, bem mais precioso de qualquer ser humano. Olhe de forma mais atenta a quem neste momento de tanta incerteza se coloca à disposição para atender as demandas de terceiros. Valorize o servidor público”, afirmou a presidente do SINDSEMB.

Na manhã de hoje, em novo decreto, o governador Rui Costa determinou a suspensão, a partir de segunda-feira (23), dos atendimentos presenciais do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) em Salvador, Feira de Santana, Prado, Porto Seguro, Lauro de Freitas e Simões Filho. É provável que as atividades internas do órgão sejam mantidas, o que expõe os servidores ao vírus.

  • Compartilhe:

Publicidade