CARLOS BRAGA SE EMOCIONA AO FALAR DOS 50 ANOS MORANDO EM BARREIRAS

08 de jul de 2019

 

Ele é uma das figuras mais queridas de Barreiras. Fazedor de amizades. Vive rodeado de amigos. Sabe contar histórias pitorescas e deliciosas principalmente sobre a política. É impossível não fazer uma pausa para ouvi-lo com a máxima atenção. Uma figura envolvente,  espontânea, carismática e de personalidade forte sem, contudo, jamais perder a ternura. Assim é Carlos Braga, que carrega no sangue e no sobrenome o referencial de uma família pioneira no desenvolvimento de Barreiras.

É neste clima, cercado por amigos, na pizzaria que ele estará brevemente inaugurando na cidade que Carlos Braga, emocionado, nos conta a sua saga e relembra, quase com lágrimas nos olhos, os 50 anos morando em Barreiras. “Cheguei aqui no dia 4 de julho de 1969. num avião Avro da Varig, eram  17 horas, vim em companhia do meu pai Alberto Viana Braga e meu tio o deputado Ivo Viana Braga. Fomos recepcionados no aeroporto por alguns amigos do meu avô Agripino Braga, como por exemplo, Sabino Dourado e outros e descemos em uma picape dirigida por Serafim e um fusca pilotado por Raimundo Sobreira, ” recorda.

Carlos diz que veio para passar apenas alguns dias. Estava de viagem marcada para os Estados Unidos. “Mas a forma como fui tratado, o carinho e o calor humano que recebi em Barreiras me fizeram ficar para sempre e aqui estou até hoje e é aqui que quero morrer quando chegar a minha hora”.

Ele explica que, desde a sua chegada até hoje, Barreiras passou por várias transformações mas cita três como fundamentais para o desenvolvimento da cidade. “A chegada do 4 BEC, no ano de 1972, trazendo os nossos irmãos cearenses, foi um marco para Barreiras com a construção da BRs 242 e 020 fazendo a ligação Barreiras-Salvador- Barreiras Brasília, a energia de Correntina  foi outro salto importante pois Barreiras tinha apenas a hidrelétrica construída por Geraldo Rocha e precisava de mais oferta de energia para fazer face ao desenvolvimento e, por fim, talvez o marco mais importante, a chegada dos sulistas com o desbravamento do cerrado do Oeste Baiano que tornou Barreiras uma potencia nacionalmente conhecida.”

Carlos Braga acompanhou todas essas fases. Por conta do seu pioneirismo abriu uma padaria em Barreiras cujo nome ainda está na lembrança dos moradores mais antigos. Era a famosa Panificadora Elétrica. “Naquela época as padarias eram a de seu Zezé Padeiro, Didi da Dois Irmãos e a de Cícero Farias em Barreirinhas.. “Eu pensei em botar o nome de Padaria São João, por ser São João o padroeiro da família Braga mas acabei optando por Panificadora elétrica,” explica.

Entre risadas ele conta ainda uma saborosa história que aconteceu no terceiro dia após sua chegada. “Estávamos na casa de Sabino Dourado discutindo política em uma reunião com vários amigos, uns defendendo Luiz Viana e outros defendendo Antonio Balbino. Foi quando Sabino bateu na mesa e disse a seguinte frase: “Parem com essa discussão! Nesta casa já se falou tão bem de Luiz Viana que não se pode falar mal e já se falou tão mal de Balbino que não pode se falar bem.” E a conversa foi encerrada.

Honrando o pioneirismo e a capacidade de iniciativa da família Braga, Carlos foi empresário do ramo de revenda de automóveis, agropecuarista, vice-prefeito de Barreiras e, mais recentemente fundou o Hotel Morubixaba, um dos melhores da cidade. E agora se reiventa novamente e lança uma pizzaria que será um dos destaques gastronômicos de Barreiras. Rigoroso, perfeccionista, ele confere cada detalhe para agradar aos paladares mais exigentes. Examina a textura da massa, os ingredientes, sempre com o objetivo de oferecer o melhor. “Tenho que proporcionar sempre o melhor para o povo de Barreiras. É para mim o povo mais carinhoso e mais acolhedor do mundo. Não tem igual” discursa com um entusiasmo de menino.

Irmão do ex-prefeito e ex-deputado Paulo Braga e do saudoso deputado Luiz Braga, Carlos repete sempre que o mais importante é a lealdade dos amigos que fez em Barreiras. “Isso para mim é tudo. É isso que fica. O resto o vento leva” finaliza e nos convida para degustar uma saborosa pizza.

 

  • Compartilhe:

Publicidade