BARREIRAS: ESTUDANTES DE DUAS ESCOLAS MUNICIPAIS CONHECEM FUNDAÇÃO MUNDO LINDO

26 de jul de 2019

A quarta-feira (24) começou diferente para os cerca de 80 estudantes das escolas municipais Alcyvando Liguori da Luz II (Flamengo) e Francisco Joaquim de Lima (Boa Sorte). Na companhia de professores e coordenadores eles foram até a Fundação Mundo Lindo, no povoado Extrema, na estrada que dá acesso ao Vau da Boa Esperança, uma área de 300 hectares que conserva fauna, flora e muitas veredas, às margens do Rio de Ondas.

A proposta, sob o comando da Secretaria de Agricultura de Barreiras, integra a programação da Semana Municipal de Agricultura e Sustentabilidade – Dia do Agricultor, comemorada de 22 a 28 deste mês. As duas escolas foram selecionadas como forma de premiação, pois apresentaram bons resultados no Programa Horta nas Escolas, também da Secretaria de Agricultura, que está no seu terceiro ano e conta com a participação de 17 unidades escolares, além de programas como o CRAS, CAPS e Idade Viva.

“A gente buscou a parceria com a Secretaria de Meio Ambiente e com a Fundação Mundo Lindo para trazer estas duas escolas com a finalidade desses alunos conhecerem a necessidade de se preservar o meio ambiente, integrando agricultura e sustentabilidade, produção e preservação. Foi uma forma de premiar os estudantes por terem se empenhado no cultivo e cuidado com as hortas implantadas em suas escolas”, explicou o secretário de Agricultura, José Marques.

Durante a visita, guiada pelo fundador da Mundo Lindo, Deusdete Santiago, com o apoio do coordenador de educação e sustentabilidade da Secretaria de Meio Ambiente, Ronaldo Ursulino e da equipe da Secretaria de Agricultura, os alunos percorreram as trilhas que cortam a área. Entre subidas, descidas, pequenas cachoeiras, nascentes e veredas, foram conhecendo detalhes técnicos sobre preservação ambiental, como formas de combate à erosão e cuidados com a mata ciliar.

Para Deusdete, que recebe entre 300 a 400 pessoas por mês na Fundação, a troca de experiências é importante para a formação dos jovens. “O que eu vejo é que eles saem daqui um pouco modificados, transformados. A educação não é só na sala de aula ou na família. Aqui eles entendem melhor que existem várias formas de desenvolvimento e a importância de cuidar do que a natureza oferece, com respeito”, disse.

Um café “veredeiro”, a base de frutas, sucos e itens produzidos com o que o cerrado oferece foi servido, encerrando o passeio. “Eu aprendi que a gente tem que se alimentar de forma mais saudável. Conheci uma vereda e um nascente totalmente preservada”, destacou a estudante do 6º ano da Alcyvando da Luz, Kaylane Oliveira da Silva. A programação da Semana de Agricultura e Sustentabilidade terá o Dia de Campo: Cultivo de Hortaliças em sistema de gotejamento, na sexta-feira (26) e será encerrada durante a Caravana da Cidadania, no povoado de Bezerro, domingo (28).

  • Compartilhe:

Publicidade