BARREIRAS: EM PROTESTO CONTRA CORTE DE VERBAS DA EDUCAÇÃO, ESTUDANTES LOTAM O PLENÁRIO DA CÂMARA NA NOITE DESTA QUARTA-FEIRA

16 de maio de 2019

O plenário da Câmara de Vereadores de Barreiras foi completamente tomado por estudantes e professores, em sua maioria da UFOB e da UNEB, em uma continuidade dos protestos realizados na cidade durante a tarde de hoje, contra o contingenciamento das verbas destinadas a educação, anunciado pelo governo federal. Segundo informações obtidas pelo Mural do Oeste, na programação da manifestação, estava definida como saída, o local em frente a Sacola Cheia da avenida, até a Praça das Corujas. Após a chegada na praça, os líderes da manifestação decidiram dar continuidade ao ato, se dirigindo até a Câmara Municipal.

O bloqueio das verbas destinadas a educação já havia sido tema de fala dos vereadores na sessão desta terça-feira, 14. O vereador João Felipe, vice-presidente da Câmara, foi o primeiro parlamentar do município a repudiar a medida anunciada pelo governo federal. Na terça-feira, o parlamentar já havia afirmado se tratar de uma ”medida criminosa” e afirmou ainda que essa é ”mais uma ação triste desse governo”. Na noite desta quarta, após o anúncio do cancelamento da sessão ordinária, o jovem parlamentar ocupou o plenário e fez questão de abrir os microfones da Casa do Povo para a fala de representantes das Universidades. ”Eu não tenho medo de me posicionar a respeito do tema, eu vim do movimento estudantil e estou fazendo tudo aquilo que está a meu alcance. É uma pauta que demanda um debate sensato”, afirmou o edil.

A primeira fala dos representantes das instituições de ensino, foi feita pela professora Vanessa Guimarães, da UFOB. A educadora iniciou o seu pronunciamento comentando a participação dos alunos no ambiente político da cidade. ”A gente não pode vim aqui uma vez por ano reclamar de alguma coisa, a gente precisa exercer a nossa cidadania. Estaremos aqui sempre, a gente precisa acompanhar, a gente precisa cobrar, você viram a força que a gente tem? Precisamos tomar a frente disso, a hora é agora”.

Após a saída de praticamente todos os manifestantes do plenário, os vereadores Cézar da Vila e Nereu do Gás tiveram um longo e tranquilo diálogo com o represente dos alunos do curso de Medicina da UFOB, Caio Batista. Os parlamentares acompanharam as falas dos manifestantes e durante a conversa com o representante dos alunos, orientaram o estudante a solicitarem a realização de uma tribuna popular, para que seja aberto um produtivo relacionamento entre o poder legislativo e os estudantes, com o intuito de debater as reivindicações. Cezar e Nereu colocaram seus gabinetes à disposição dos alunos, e se comprometeram a abrir espaço para o debate, de forma ordeira.

As manifestações contra o contingenciamento das verbas da educação, que impacta diretamente no funcionamento das Universidades de todo o país, ocorreram em 26 estados e no distrito federal.

 

 

 

 

  • Compartilhe:

Publicidade