APARÊNCIA DE LULA COMOVE JUÍZES, QUE DISCUTEM PRISÃO DOMICILIAR

20 de nov de 2018

Possibilidade, no entanto, ainda é considerada remota

Preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde abril, após ser condenado em segunda instância, no âmbito da Lava Jato, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o ex-presidente prestou depoimento à Justiça na última quarta-feira (14).

O texto salienta que, mesmo tendo voltado à pauta, a ideia da concessão de uma prisão domiciliar ao petista ainda é considerada remota. O pedido foi aventado há alguns meses, mas foi temporariamento arquivado após a alteração da composição das turmas do Supremo Tribunal Federal (STF).

MURAL DO OESTE /  Com Notícias ao Minuto

  • Compartilhe:

Publicidade