ACM NETO NÃO QUER BOLSONARO E NEM HADDAD. “EXTREMISMO DE DIREITA E DE ESQUERDA” AFIRMOU

19 de set de 2018

Política Livre

Em entrevista coletiva após entrega da Geomanta no bairro do Cabula, o prefeito ACM Neto, que também é presidente do Democratas nacional, disse não se importar com o resultado da pesquisa presidencial que coloca o seu aliado Geraldo Alckmin na quarta colocação com 7% das intenções de voto. “A eleição se resolve no dia 7 de outubro. É bom lembrar que há quatro anos nessa mesma época Marina Silva era a primeira colocada, Dilma a segunda e Aécio o terceiro, sem nenhuma chance, e a eleição se resolveu nos 12 últimos dias. Não tenho dúvida que ainda existe um nível de indefinição do voto muito grande”, disse Neto, afirmando que teme pelo futuro do país caso o segundo turno seja entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).“Não podemos decidir o futuro do país entre uma facada e uma prisão, precisamos pensar com muita racionalidade, a decisão tomada no dia 7 vai impactar os próximos quatro anos do país. Eu tenho muito receio de ver um segundo turno marcado pelo extremismo. De um lado, a extrema direita, do outro a extrema esquerda. A gente já viu no Brasil em um tempo recente quando se pretendeu eleger um poste à Presidência e viu no que deu. Não dá, nesse momento, para gente aceitar um poste que foi testado e reprovado, seria a volta à escuridão com o PT. Muito menos de um cara que com 30 anos de parlamentar nada construiu de sólido, que a gente possa apontar e que na minha opinião, não tem experiência, não tem equipe, não tem como governar”, disse.

  • Compartilhe:

Publicidade