SÃO DESIDÉRIO: FAMILIARES DE JOVEM MORTO PELA POLÍCIA PROTESTAM NAS RUAS DA CIDADE

19 de jan de 2018

Por considerarem que houve erro na operação que terminou com a morte de Thiago de Souza Barbosa, seus familiares e amigos saíram nas ruas de São Desidério, nesta terça-feira, 16, exibindo faixas e cartazes com mensagens de protesto contra a ação policial.

Thiago morreu após ser atingido por um tiro no tórax, deflagrado por policiais militares da Rondesp, por volta das 17h50 do dia 10/01/2018, em São Desidério. Na ocasião, foram postados áudios e mensagens de textos nas redes sociais informando que o mesmo foi morto por engano.

A Assessoria de Comunicação da Polícia Militar emitiu nota à imprensa, informando que a equipe da RONDESP realizava patrulhamento tático, quando avistou um veículo GM Montana, cor prata, em atitude suspeita, neste instante a guarnição realizou abordagem e foi surpreendida por um dos ocupantes do veículo que teria apontado uma arma para os policiais, os quais reagiram em legítima defesa.

A nota ainda ressaltava que, ele faleceu no Hospital Municipal, para onde foi socorrido com vida e a arma de fogo, um revólver calibre 32, n° 682610, com 05 munições, sendo 04 intactas e uma deflagrada, bem como a Declaração de óbito emitida pelo Hospital, foram apresentadas na delegacia, onde foi lavrado um Auto de Resistência.

 

Via: Alô Alô Salomão

  • Compartilhe:

Publicidade