SEM MARGEM PARA TROPEÇO, FLAMENGO MANTÉM SONHO POR TÍTULO BRASILEIRO

30 de out de 2018

O rubro-negro precisaria vencer os sete duelos para chegar próximo dos 100% de probabilidade para a conquista do título

© DR

O Flamengo ainda alimenta o sonho de encerrar o ano com o título do Brasileiro. O empate por 1 a 1 com o líder Palmeiras no último sábado (27), no entanto, complicou bastante as pretensões do time rubro-negro, já que não há mais o confronto direto entre as equipes.

Tal cenário reduz de forma drástica as possibilidades de tropeço nas sete rodadas restantes. Com chance de apenas 6,6% de erguer a taça, o time carioca não tem alternativa. É preciso enfileirar vitórias.

De acordo como site Chance de Gol, o Flamengo precisaria vencer os sete duelos para chegar próximo dos 100% de probabilidade para a conquista do título. Uma tarefa árdua para quem, por outro lado, está praticamente garantido na próxima edição da Copa Libertadores. Mais três pontos somados na tabela devem liquidar a fatura.

Há, porém, a possibilidade de vencer jogos e torcer por alguns tropeços do Palmeiras. Com a diferença em quatro pontos (63 a 59), o Flamengo precisaria tirar duas rodadas de vantagem. O cenário deixa os cariocas praticamente sem margem para qualquer tropeço. E a sequência está longe de ser das mais simples.

O time rubro-negro enfrenta São Paulo (fora), Botafogo (fora), Santos (casa), Sport (fora), Grêmio (casa), Cruzeiro (fora) e Atlético-PR (casa). São jogos -em maioria- contra adversários que brigam pelas primeiras posições, e outros que tentam evitar o rebaixamento.

Já o Palmeiras encara Santos (casa), Atlético-MG (fora), Fluminense (casa), Paraná (fora), América-MG (casa), Vasco (fora) e Vitória (casa). Para quem tem vantagem na tabela, o time ainda atuará quatro vezes como mandante e tem a chance de confirmar o título antes mesmo da última rodada.

Apesar do cenário desfavorável, admitido internamente, o Flamengo mantém o sonho nas declarações de jogadores e do técnico Dorival Júnior. Só seguidas vitórias interessam. Caso contrário, os rubro-negros não terão nem mais como imaginar a possibilidade de título.

“Precisamos ser realistas. Uma rodada a menos. Não existirá mais o confronto direto. Continuamos totalmente focados. Faremos a nossa parte primeiro, vamos olhar os adversários depois. O importante é que os jogadores estão acreditando, e buscaremos até o final”, constatou o comandante. Com informações da Folhapress.

MURAL DO OESTE / Com Notícias ao Minuto

  • Compartilhe:

Publicidade