PARCERIA ENTRE PREFEITURA DE SÃO DESIDÉRIO E UFOB VIABILIZARÁ EXECUÇÃO DE PROJETO ACADÊMICO EM VALE DO RIO GUARÁ

29 de jun de 2018

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

 

Na tarde de quinta-feira 28, no auditório da Prefeitura de São Desidério foi apresentado o projeto “Quintais produtivos, Agroecologia e Segurança Alimentar no Vale do Rio Guará em São Desidério-Bahia”, de autoria dos professores Valney Dias e Mario Alberto da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB). Foi firmada uma parceria entre Prefeitura e a universidade para que o projeto de extensão seja desenvolvido em oito comunidades do vale do Rio Guará no município.

O projeto foi apresentado ao prefeito Zé Carlos, aos secretários de governo Iléia Almeida, Joacy Carvalho, Patrícia Rocha, juntamente com funcionários representantes das secretarias municipais de Assistência Social, Agricultura e Desenvolvimento Econômico, de Educação, de Meio Ambiente e Turismo, e alguns professores e coordenadores pedagógicos.

“É muito importante quando vemos universidades trabalhando projetos de extensão que entram em contato e fortalecem as potencialidades da comunidade. Por meio desses projetos que têm um lado pedagógico e que levam mais conhecimento e desenvolvimento para essas famílias, é que apoiamos esta iniciativa e estamos à disposição”, relatou o prefeito Zé Carlos.

De acordo com o professor Valney o objetivo do projeto é pensar uma agricultura sustentável e melhorar a qualidade e segurança alimentar nos vales do Cerrado. “Esse projeto foi escrito a partir de um anterior, ‘Saberes do Cerrado’, desenvolvido a partir de 2013 aqui também no município. O projeto é financiado por um fundo internacional e será executado pela UFOB e irá envolver cerca de 257 famílias”.

Com 12 meses de duração o projeto envolverá os povoados de Ponte de Mateus, Larga, Cera, Pedras, Lagoa dos Buritis, Vereda Grande, Currais e Contagem. Para o diretor da escola municipal de Ponte de Mateus, Georgton Barbosa, “a proposta é interessante e vai trazer mais conhecimento e prática para nossos alunos, pois sentimos uma carência ainda nessa parte prática”, declarou.

Ainda segundo os professores o que se espera é que esse projeto juntamente com os Saberes do Cerrado torne-se um programa permanente institucional contribuindo para gerar renda e criar melhores condições de vida às pessoas dessas comunidades. “Em cada povoado serão instalados dois quintais para produção de horta e galinheiro, espaços comunitários que influenciarão no aumento da segurança alimentar da comunidade. O intuito é que as oficinas levem políticas públicas para essas localidades e transformem essas áreas em espaços pedagógicos para que depois cada família desenvolva seu próprio quintal”, explicou o professor Mário Alberto.

Caberá à universidade os recursos humanos e infraestrutura do projeto e ao município a parceria com as secretarias envolvidas, que além da participação de funcionários, contribuirão para ampliação dos resultados. “Essas parcerias são importantes principalmente porque envolvem instituições públicas que tem muito a contribuir com o município e crescimento das comunidades da região do Rio Guará”, afirmou a secretária de Educação, Iléia Almeida.

Texto e foto: Ana Lúcia Souza

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
  • Compartilhe:

Publicidade