NÚCLEO DE ACOLHIMENTO E CUIDADOS PALIATIVOS A PACIENTES COM CÂNCER PODE SER REALIDADE EM BARREIRAS

30 de mar de 2018

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Oportunizar conforto aos pacientes vítimas de câncer, oferecendo-lhes cuidados imprescindíveis em suas próprias residências é a proposta do Projeto Cuidar além de Curar, desenvolvido por acadêmicas do curso de Serviço Social da Universidade do Paraná (Unopar). Para que a proposta saia do papel e se torne uma realidade no município, um primeiro encontro foi organizado com a finalidade de apresentar a proposta e iniciar uma capacitação de profissionais para trabalharem com cuidados paliativos.

As discussões foram no Centro Cultural Rivelino Silva de Carvalho de segunda-feira (26) até quarta-feira (28) e tiveram como público alvo todos que trabalham na linha de frente do Sistema Único de Saúde (SUS), e que possuem uma relação próxima aos pacientes e familiares, com destaque para agentes comunitários, médicos, enfermeiros, assistentes sociais e psicólogos, que promovem o cuidar humanizado.

“Percebemos a necessidade dessa capacitação devido à grande procura, na Secretaria de Saúde de Barreiras, pelo Tratamento Fora do Domicílio (TFD), o Projeto Cuidar além de Curar, promove às equipes de saúde do município a capacitação para um atendimento mais humano com pacientes oncológicos, porque em sua maioria, são pacientes em estado terminal e que necessitam de uma atenção mais humanizada”, relatou uma das coordenadoras do projeto, Maria Marta da Silva.

Um dos apoiadores pela implantação do projeto, o vereador Carlos Costa, foi homenageado pelas coordenadoras Maria Marta e Valdete Tavares, e recebeu o título de padrinho oficial. “Estamos ao lado dessas mulheres porque entendemos a importância e a necessidade de Barreiras contar com cuidadores que atendam pacientes em suas casas.  Em nossa cidade são, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, mais de 1.500 cadastrados para receber tratamento fora do domicílio, essas pessoas precisam se deslocar para outras cidades e além de um elevado custo, acabam ficando longe de seus familiares, o lar e as pessoas próximas são fundamentais neste momento de dor”, destacou Costa.

De acordo com Valdete Tavares, o próximo passo é a implantação de um núcleo de acolhimento de pacientes com câncer, além de continuar as capacitações dos profissionais. “Vamos buscar parcerias de órgãos públicos e privados para que isso se concretize. Já contamos com o apoio da Secretaria de Saúde e do vereador Carlos Costa, cada um, dentro de suas competências, se comprometeu em estar conosco nesta luta, quanto mais adesões, melhor”, finalizou.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
  • Compartilhe:

Publicidade