MAIS DE 30 ÓRGÃOS DÃO INÍCIO À FISCALIZAÇÃO NA REGIÃO DE SANTA MARIA DA VITÓRIA, OESTE DA BAHIA

10 de abr de 2018

Por: Nilma Gonçalves
Começou nesta segunda-feira (09/04), na região Oeste da Bahia, a 42ª etapa do programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), operação coordenada pelo Ministério Público (MP) da Bahia, através do Núcleo de Defesa da Bacia do São Francisco (Nusf), em parceria com o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, e em conjunto com mais de 30 órgãos estaduais e federais, num total de 220 agentes. A força-tarefa fiscaliza as cidades banhadas pelo Velho Chico e localidades vizinhas, com o objetivo de evitar atividades de degradação no rio considerado da integração nacional.
No primeiro dia de ações, o Ibama apreendeu, em uma cerâmica no município de Serra Dourada, 50,5 m3 de toras de angico, que equivalem a três caminhões cheios de madeira nativa. Foi aplicada uma multa no valor de R$ 15.150,00 ao proprietário da cerâmica.
Durante a fiscalização de estabelecimentos que comercializam agrotóxicos, em Santa Maria da Vitória, a equipe da FPI interditou 15 quilos de um produto formicida. O proprietário foi autuado em R$15 mil reais de multa.  Também houve apreensão de um caminhão adulterado e a prisão de uma pessoa. Mais de 60 animais silvestres, entre eles, pássaros e 04 jabutis, ainda foram resgatados.
A FPI continua nos próximos dias. Mais de 10 municípios estão sendo fiscalizados.
Participam da fiscalização os seguintes órgãos: Adab, Crea-BA, ANM, Funasa, Ibama, Inema, MPE-BA, MPF-BA, MPT – 5ª Região, Divisa, Polícia Militar (Coppa e Cipa), PRF, Seagri, Sefaz, Sema, Sesab, SSP-BA, SRTE, SFPA, PF, CRMV, Ipac, Sudec, SPU, Sepromi, Incra, Funai, CBHSF, Agência Peixe Vivo, OAB, Marinha e Graer.
  • Compartilhe:

Publicidade