WANDERLEY: PRÉ-CANDIDATO A VEREADOR RELATA ESTAR RECEBENDO AMEAÇAS DE MORTE

19 de ago de 2020

O Mural do Oeste conversou na tarde desta quarta-feira, 19, com o pré-candidato a vereador no município de Wanderley, o jovem Geremias Mascarenhas, que integra o grupo de oposição a atual prefeita Fernanda Sá-Teles.

Geremias tem participação ativa nas redes sociais, denunciando por meio de vídeos, supostas irregularidades da atual administração.

Recentemente, Geremias afirmou ter sido hostilizado por uma funcionária ligada à prefeita no momento em que gravava um vídeo em frente a uma Unidade de Saúde. Na ocasião, segundo relato do pré-candidato, o mesmo requeria apenas que todos os funcionários da unidade fizessem o teste para o Covid-19, após a contaminação de uma das funcionárias que trabalhava no local. Segundo ele, os próprios trabalhadores do PSF estavam inseguros quanto ao estado de saúde da equipe e por isso não queriam fazer o atendimento ao público antes que todos fossem submetidos ao teste; mesmo assim, a secretaria de saúde determinou o funcionamento normal da unidade.

Os agravos sofridos pelo jovem pré-candidato viraram caso de polícia, a servidora que teria feito ofensas a Geremias foi identificada e intimada a prestar declarações sobre o caso.

Mas hoje, a situação chegou ao seu ponto mais crítico. Segundo Geremias, circulam em grupos de WhatsApp, mensagens de voz de apoiadores da prefeita Fernanda, em tom de ameaça de morte. O que tudo indica é que essas mensagens foram motivadas devido a um novo vídeo em que Geremias, que expõe a situação da lavanderia da Casa Municipal de Saúde de Wanderley.

Um homem afirma nos áudios em mensagem supostamente direcionada a Geremias:

– “Ele tá precisando de uma disciplina, entendeu […]?”

– “Ele não fica pensando que ele vai dizer o que ele quer e ficar por isso mesmo não, que nosso grupo aí tem gente, pode ter certeza, nosso grupo ai tem gente que vai atrás dele […].”

– “A gente tem que fazer quetinho […]”

– “Se ele continuar assim eu vou perder as estribeiras e vou atrás dele onde ele estiver aí.[…]”

– “Vou mandar dar um couro nele bem dado pra ele tomar vergonha na cara, se ele está pensando que no grupo da gente não tem quem se dói por Fernanda, tem sim, entendeu? […]”

– “Qualquer coisa a gente se encontra no meio de uma estrada dessa aí e dá certinho pra ele, aí ele apruma o chapéu da viagem dele […]”

– “Eu to preparado pra isso, no grupo de Fernanda tem homem sim… Ele já prejudicou o grupo da gente demais, tem que dar um basta nele logo enquanto está cedo.[…]”

A ocorrência foi registrada hoje pela manhã na delegacia de polícia de Wanderley.

A nossa redação entrou em contato com Geremias por telefone, ele disse que se encontra sereno e confiante em Deus. “Recebi os áudios com muita indignação por perceber que muitas pessoas não suportam o pleno exercício da democracia. Meu espírito livre e minha fé em Deus são inabaláveis. Eu não vou fazer pouco caso dessas ameaças. A minha vida está sendo ameaçada por defender o interesse público; tudo o que eu tenho denunciado é baseado em provas verdadeiras. Essas ameaças são inaceitáveis. Independentemente de divergências políticas todos devem ser respeitados. É justamente por eu ser um jovem destemido e por trabalhar de forma honrada e corajoda que eu tenho arranjado tantos inimigos poderosos e implacáveis que podem comprar muita gente, mas a mim, jamais! É por isso que destilam tanto ódio contra mim e compram pessoas para ódio destilar, por que medo em mim, ninguém jamais irá colocar”, frisou o pré-candidato.

Geremias Mascarenhas tem 26 anos, é funcionário público municipal, graduando em História pela Universidade Federal do Oeste da Bahia, líder no movimento estudantil da UFOB e atua há mais de 10 anos em projetos sociais ligados à juventude.

Confira abaixo a cópia dos boletins de ocorrência registrados por Geremias na delegacia de Wanderley:

  • Compartilhe:

Publicidade