VICE-PREFEITO DE SALVADOR FALA EM ENTENDIMENTO ENTRE JOÃO GUALBERTO E JOSÉ RONALDO ATÉ FINAL DE MAIO

03 de maio de 2018

 

O vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), voltou a afirmar nesta quinta-feira (3), durante início das obras de reestruturação do mercado de Cajazeiras, que acredita em um único nome da oposição para a disputa ao governo e que, para a composição da chapa majoritária “não faltam nomes”. “Tenho acompanhado pela imprensa estas conjecturas políticas. Tenho defendido a tese de que para compor a chapa majoritária nós temos hoje um arco de aliança que compõe a base de sustentação do prfeito ACM Neto, na Câmara Municipal de Salvador e no nosso grupo político, que giram em torno de 15 partidos. A justificativa que tenho escutado por aí que, necessariamente, precisa ser alguém ligado ao prefeito era se não houvesse o comprometimento do prefeito. Como está havendo comprometimento total e integral, eu discordo disso”, afirmou.

Com relação à ruptura no grupo, o vice-prefeito reafirmou que a oposição terá um único nome e “este nome será apresentado no momento certo”. “Após consultas populares, após pesquisas e análise daquele nome que consiga reunir o maior número de partidos. Critérios objetivos é que vão levar à escolha do nome. Temos que vencer a etapa da unidade da oposições. E esperamos que esta pauta vença até o final de maio, que é quando vai haver o entendiemtno entre Zé Ronaldo e João Gualberto, para a partir daí a gente iniciar um processo para a definição da nossa chapa majoritária”, ressaltou.

  • Compartilhe:

Publicidade