UMA SEMANA APÓS APROVAÇÃO CONDICIONAL DA ANVISA, NÃO HÁ DATA PARA CHEGADA DA SPUTNIK V

12 de jun de 2021


A Anvisa concedeu
na última sexta (4) autorização cheia de condicionantes para governos estaduais importarem a vacina russa Sputnik V – mas ainda não há data para as doses chegarem.

A assessoria de imprensa do Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) disse a O Antagonista hoje apenas o seguinte: “O Fundo não comenta sobre negociações em andamento”.

A asessoria do Consórcio Nordeste não quis comentar. Desde o começo da semana, a reportagem pede à assessoria uma entrevista com o líder do grupo, Wellington Dias (PT-PI) – até agora sem sucesso.

Entre as condicionantes previstas pela Anvisa, estão aplicar a vacina, inicialmente, em no máximo 1% da população dos estados importadores.

A agência autorizou a importação de menos de 1 milhão de doses da Sputnik V – o suficiente para aplicá-la em 464 mil pessoas com as duas doses.

Além disso, a aplicação da vacina russa deve ser restrita a centros de saúde especiais, os Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIEs). Existem apenas 53 em todo o Brasil, a maioria deles nas capitais.

No Piauí de Wellington Dias, por exemplo, há apenas um centro na lista, o Hospital Infantil Lucídio Portela, em Teresina. Portanto, a vacina não poderia ser aplicada hoje no interior do estado.

Via: O Antagonista

  • Compartilhe:

Publicidade