TRIBUNAL REFORÇA SEGURANÇA APÓS ATAQUE HACKER

06 de nov de 2020

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reforçou os procedimentos de segurança de seus sistemas de informática, diante do ataque de hackers ao sistema do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A declaração foi dada pela Corte Eleitoral nesta quinta-feira (5).

De acordo com o TSE, novas providências de segurança virtual foram tomadas, além das medidas que estavam previstas devido ao período que antecede as eleições municipais. O TSE reafirmou que o sistema de votação brasileiro é seguro e não está conectado a dispositivos que fazem parte de redes externas, como cabos e conexões por Wi-fi ou Bluetooth.

“A urna é um equipamento isolado, o que preserva um dos requisitos básicos de segurança do sistema. Além disso, a totalização dos votos após o envio das informações pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) funciona por meio de rede privativa criptografada”, diz a nota.

Bahia Notícias

  • Compartilhe:

Publicidade