TRAGÉDIA: INCÊNDIO DEIXA 10 MORTOS E 3 FERIDOS NO CENTRO DE TREINAMENTO DO FLAMENGO

08 de fev de 2019

Um incêndio de grandes proporções atingiu o Ninho do Urubu, Centro de Treinamento do Flamengo em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro, na madrugada desta sexta-feira. O Corpo de Bombeiros foi chamado às 5h17 e informou que 10 pessoas morreram. Três jovens entre 14 e 15 anos também estão feridos, um deles em estado grave.

Incêndio mata 10 pessoas em centro de treinamento do Flamengo

O incêndio, já controlado, aconteceu em uma parte antiga do Ninho do Urubu que servia de alojamento para as categorias de base do Flamengo, logo na entrada do CT.

– A gente tem o local, que é o alojamento, onde os jogadores da base do Flamengo dormiam. A identificação das vítimas é feita posteriormente pela Polícia Civil – disse o tenente coronel do Corpo de Bombeiros Douglas Henaut, em entrevista a TV Globo.

Os nomes das vítimas ainda não foi revelado. Entre elas, estavam quatro atletas da base do Flamengo, outros dois adolescentes em teste no clube e quatro funcionários. João Pedro da Cruz, atleta de 16 anos da base do Flamengo que não estava no Ninho no momento do incêndio, disse que devia ter entre 25 a 30 jovens dormindo no local.

– Eu soube ontem (quinta) que não teria treino hoje e vim para a casa de um amigo meu na Barra. A maioria dos meninos ficou lá. Dos que me pediram para dormir, todos ficaram lá. Devia ter uns 25, 30 jogadores lá – disse o atleta de 16 anos da base do Flamengo.

Feridos de 14 a 15 anos

Um dos três feridos atendidos no Hospital Lorenço Jorge se chama Cauã Emanuel Gomes Nunes. Ele tem 14 anos, é de Fortaleza e mora no Rio de Janeiro há três anos. Francisco Diogo Bento Alves e Jonathan Cruz Ventura, ambos de 15 anos, são os outros dois jovens atendidos no hospital localizado na Barra da Tijuca.

Segundo as informações do Bom Dia Brasil, Jonathan Cruz Ventura é quem está em situação mais crítica. Ele teve 40% do corpo queimado e vai ser transferido para o Hospital Pedro II, referência no assunto. Francisco Diogo Bento Alves está com quadro estável, mas vai ser transferido para o CTI. Já Cauã Emanuel Gomes Nunes está lúcido, na melhor condição.

Segundo os funcionários do CT, os primeiros sinais do incêndio começaram a aparecer por volta de 5h10, e o Corpo de Bombeiros acredita que as vítimas poderiam estar dormindo no momento.

– Essa possibilidade (de que as vítimas estivessem dormindo) existe, pelo horário e local do incêndio. É possível que estivessem dormindo e não pudessem evacuar a tempo – disse o tenente coronel do Corpo de Bombeiros.

Via: G1

  • Compartilhe:

Publicidade