‘SEMPRE FORAM MEIO MALUCOS’, DIZ IRMÃ DE CRIS SOBRE FAMÍLIA BRITTES

14 de nov de 2018

Edison Brittes confessou ter matado o jogador Daniel Corrêa e está preso

Cristiana é esposa de Edison Brittes, que confessou ter matado o atleta.

A irmã de Cristiana afirmou em entrevista à Rede Massa que os dois “sempre foram meio malucos, sempre viveram uma vida meio maluca”.

Ela também defendeu Cristiana e sua filha Allana Brittes das acusações de participação no crime: “Elas não participaram disso, a gente sabe disso, o maior culpado disso foi o Júnior. Só que elas estão pagando por isso, infelizmente, minha irmã estava há tantos anos com ele, ele sempre foi uma pessoa muito difícil, só que não tem o que fazer”, afirmou.

A reportagem também destaca que a mãe de Edison Brittes foi vítima de ameaças feitas pelo filho.

Segundo os boletins de ocorrência os quais a Rede Massa teve acesso, a mãe de Edison empregou R$ 165 mil ao filho em outubro de 2014, referente à venda de um imóvel. O dinheiro seria utilizado para que ele pudesse investir em um negócio próprio.

A reportagem ainda revela que a dívida nunca foi sanada. Mãe e filho haviam combinado que o valor seria pago em até um ano, mas quando a mãe de Edison cobrou, ele a ameaçou.

O CRIME

Edison Brittes confessou ter matado o jogador Daniel e alega que o atleta teria tentado estuprar sua esposa, Cristiana Brittes. A versão do assassino confesso é contraditória e não condiz com os depoimentos das testemunhas. Além de Edison, Cristiana e a filha Allana também presas preventivamente. Todos os envolvidos até agora serão acusados de homicídio qualificado.

MURAL DO OESTE / Com Notícias ao Minuto

  • Compartilhe:

Publicidade