SANTA RITA: VEREADOR ELOY PROPÕE MUDANÇAS NOS GASTOS DA CÂMARA PARA SER PAGO O 13° SALÁRIO AOS EDIS E DOADO A INSTITUIÇÕES DE CARIDADE

14 de mar de 2018

O vereador Eloy Barbosa Guedes está propondo diminuição dos gastos da Câmara Municipal de Santa Rita para que possa ser pago o décimo terceiro aos vereadores. Ele quer ainda que o décimo terceiro seja repassado para instituições de caridade para ajudar os que mais precisam. Leia abaixo mensagem do vereador enviada ao Mural do Oeste.

“O Município repassa todos os meses o duodécimo para a Câmara: 5% – algo em torno de R$ 175.000,00. Esse repasse vai continuar o mesmo. Isso não muda, o que deveria mudar é como se vai gastar esses recursos para poder pagar o 13° salário aos 11 vereadores da Câmara Municipal de Santa Rita de Cássia – Bahia.

Deixando de pagar diárias exageradas e falsas, distribuídas ao bel-prazer a vereadores e funcionários fantasmas que nunca trabalharam; deixando de distribuir gasolina por debaixo do pano para muitos, sem nenhuma relação com o trabalho da Câmara. Em 2017 foram gastos R$ 34.678,22 com combustível. A Câmara só tem uma Moto Bros e um BMW velho que não anda, pois não tem documentação regular e está sempre quebrado, ninguém vê esse veículo rodar em nosso Município. É uma grande quantidade de combustível sendo justificada com carros particulares, a exemplo do Palio pertencente ao sujeito conhecido como Toinho Mototáxi. Como pode um carro particular que funciona como táxi ser utilizado na prestação de contas da Câmara para justificar gastos com combustível?

Eliminando o excesso de funcionários contratados, muitos nem sequer trabalham e levaram mais R$ 94.811,75. Só o contador da Câmara recebeu R$ 90.000,00. Ainda teve a Kaw Serv Ltda que levou mais R$ 40.000,00 para prestar serviços de contabilidade como Rais,  Gefip, Dirf etc. Eliminando o nepotismo desenfreado, exacerbado e descarado: irmão, noiva, sogra e até a mãe do Presidente Rafael Lacerda Lopes estão todos trabalhando ou prestando serviço na própria Casa Legislativa. A mãe do Presidente, Sra. Vandirlene Azevedo recebeu R$ 4.200,00 com fornecimento de salgados. Com que moral nós vereadores podemos fiscalizar e denunciar o Executivo Municipal por nepotismo se na Casa Legislativa do Município está acontecendo o mesmo?

Isso tudo é vergonhoso para quem tem o papel de fiscalizar a utilização dos Recursos Públicos Municipais. Estamos sem condições morais de desenvolver o nosso principal papel que justifica a existência de uma Câmara de Vereadores. Votarei a favor do 13° salário para os vereadores. Gostei da proposta do vereador Antônio Filho de doar os proventos oriundos deste 13° salário nos próximos três anos para Instituições de Caridade previamente definidas. Se aprovado o 13°, vou sujerir ao vereador Antônio Filho que, como componente da Mesa Diretora, elabore um documento para que nós possamos assinar; e assim os recursos do meu 13° e do dele sejam entregues diretamente às Instituições Filantrópicas pela Câmara de Vereadores desse Município do Vale do Rio Preto do Oeste Baiano.”

Eloy Barbosa Guedes, vereador de Santa Rita de Cássia

  • Compartilhe:

Publicidade