QUEM PODERÁ DESATAR OS NÓS DE CERTOS AMORES? – POESIA

26 de maio de 2018

 

 

Roberto de Sena

 

Tem amores que são tão profundos e belos que, por mais que se queira,

jamais se acabam.

Tem amores que possuem muito de beleza, delírio e abismo

e, por isso, jamais se acabam.

tem amores que crescem mesmo no escuro, no silencio

até reluzir sobre os escombros

 

Quem é que pode desatar os nós de certos amores?

Amores feito de alucinação e desejo

de luz e poesia nas noites sem margens

e que ficam escritos para sempre em nossa carne?

 

Fique certa minha amada

que teus olhos entrariam em um poema de Neruda

Minha poesia é pouca para tocar no teu nome sublime

mas há muita arte no nosso jeito de sermos quem somos

e de sabermos que o delírio, a viagem, a vertigem do que sentimos,

com todas as suas contradições,

nos faz valentes navegadores de mares bravios.

 

Sem mais para o momento eu me pergunto:

Quem é que pode desatar os nós de certos amores?

  • Compartilhe:

Publicidade