PRISÃO DE PRESIDENTE DA CÂMARA DE RIACHÃO DAS NEVES, ACUSADO DE PEDOFILIA, SURPREENDE A REGIÃO OESTE

16 de ago de 2018

A notícia de que o presidente da Câmara de Riachão das Neves, Antônio Rodrigues dos Santos, o “Antônio de Ulisses”, está preso em Barreiras por prática de pedofilia surpreendeu a população do Oeste Baiano. Desde que a informação pipocou o vereador estava foragido e somente ontem, 15,   na companhia de um advogado. Ele esta preso no Complexo Policial de Barreiras  em cumprimento de um mandado de prisão temporária.  A polícia está investigando e apura também se o presidente da Câmara de Riachão estaria envolvido em outros casos de pedofilia.

De acordo com conselheiros Tutelares de Barreiras, o crime vem acontecendo há mais de um ano e supostamente tinha envolvimento do avô da vítima, amigo do vereador e outro homem ainda não identificado.

A garota disse que foi violentada sexualmente quando visitou as primas em São José do Rio Grande, município de Riachão das Neves. Revelou ainda que as primas de nove e onze anos eram submetidas a sessões de sexo grupal durante aulas de informática que aconteciam na Colônia, que era administrada pelo vereador.

Somente a denúncia da garota de 12 anos está sendo investigada, as outras vítimas serão acompanhadas e ouvidas por entidades de amparo e órgãos de segurança de Riachão. Com base nas denúncias do MP, a Polícia Civil realizou apreensão de todos os aparelhos de comunicação na casa de Antônio de Ulisses em Barreiras e na Colônia de Pescadores que possam ajudar nos trabalhos de investigação.

Com a ausência de Antônio de Ulisses, a vice-presidente da Câmara Municipal de Riachão das Neves, Socorro de Tonho de Santo assume interinamente a presidência. Ela já presidiu a sessão da última segunda-feira (13).

  • Compartilhe:

Publicidade