PREFEITURA DE LUÍS EDUARDO MAGALHÃES ATRASA SALÁRIO DE SERVIDORES DA SAÚDE EM PLENA PANDEMIA

11 de jun de 2021

 

Os servidores terceirizados da Prefeitura de Luis Eduardo Magalhães estão em pé de guerra com a gestão municipal. Em plena pandemia, aqueles que estão na linha de frente para salvar vidas, não estão recebendo o salário, direito sagrado de todo o trabalhador e responsabilidade primeira de qualquer gestão que preze pela defesa do ser humano. O atraso do salário compromete, inclusive, a segurança alimentar dos servidores e de seus familiares.

Nos últimos quatro anos anos esta é a primeira vez que tal fato acontece (atraso no pagamento dos salários de servidores da saúde). Na gestão anterior todos os servidores recebiam os salários antecipados como também o 13º. A gestão atual recebeu a prefeitura de Lem com dinheiro nas contas e o almoxarifado da saúde lotado de remédios. Existem denúncias de que pacientes estão tendo que comprar remédio com o seu próprio dinheiro pois a prefeitura não estaria fornecendo como é direito de todos.

NOTA PÍFIA EMPURRANDO A CULPA PARA TERCEIROS

Diante da repercussão do caso e ao sentir a revolta dos servidores à Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, divulgou uma nota pífia onde (como sempre acontece), não assume a responsabilidade pelo atraso no pagamento e ainda empurra o problema para uma tal empresa de nome SI GESTMED, dizendo que a referida  empresa,  falhou no envio de documentos necessários para o trâmite legal, que resulta no pagamento. É piada de mau gosto. É brincar com o sofrimento dos servidores.

Enquanto isso, lideranças se mobilizam para apresentar o caso ao Ministério Público com a finalidade de averiguar o que de fato está ocorrendo para que os servidores não recebam os salários.

  • Compartilhe:

Publicidade