PREFEITO DE CIDADE BAIANA RECUSA 20 LEITOS DE UTI PARA TRATAMENTO DA COVID-19

12 de abr de 2020

O prefeito da cidade baiana de Itamaraju, Marcelo Angênica (PSDB), impediu o governo do Estado de instalar 20 leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) para tratamento de casos do novo coronavírus no principal hospital do município. A estrutura seria implantada pela Secretaria Estadual de Saúde, que acusa o gestor de barrar técnicos da pasta que foram ao local. Angênica diz que foi contra a instalação dos leitos porque o governador Rui Costa (PT) queria “impor” o fechamento do hospital para receber somente pacientes com covid-19. “Em nenhum momento recusei leitos de UTI em nossa cidade. Me posicionei contrário ao jeito que o governador queria impor em nosso município, fechando o nosso único hospital da cidade”, disse o prefeito, que é médico de formação.

Questionado pela reportagem, Angênica não respondeu se a negativa teria motivações políticas, uma vez que o PSDB faz oposição ao Partido dos Trabalhadores no estado.

 

UOL

  • Compartilhe:

Publicidade