POSSÍVEL ROMPIMENTO DE ACM NETO COM O PMDB PODE PROVOCAR MUDANÇAS NO CENÁRIO PARA 2018

20 de dez de 2017

 

Roberto de Sena

Mural do Oeste

 

Tem data para acontecer o rompimento do prefeito de Salvador e possível candidato ao governo da Bahia, ACM Neto(DEM), com o partido que agora se chama MDB. Segundo o site Bocão News  o vice-prefeito Bruno Reis vai pedir ao deputado federal Lucio Vieira Lima que deixe o partido. A conversa deve ocorrer até o Natal.

Caso Lúcio não queira deixar a sigla – já que  comandou a legenda junto com o irmão Geddel Vieira Lima por quase 20 anos – Reis vai informar que o prefeito ACM neto não tem “interesse” em manter a aliança para as próximas eleições.

Ainda de acordo com o Bocão, Neto teria feito pesquisas que apontam que o PMDB, por conta do escândalo dos 51 milhões encontrados em poder de Geddel Vieira Lima, estaria provocando desgaste para a imagem do prefeito e que os minutos de televisão que o partido tem e utiliza como moeda de troca, de quase nada adiantariam num caso tão rumoroso como esse. O MDB  é considerado por muitos um fardo difícil de carregar e  lideranças estão optando por deixar a sigla.

REPERCUSSÃO NA REGIÃO OESTE

Se ACM Neto romper com o PMDB o fato provocará desdobramentos aqui no Oeste Baiano. Pré-candidatos a deputado,  teriam que repensar como vão conduzir o seu futuro político diante deste novo cenário. De todo modo existe a possibilidade de Lúcio Vieira Lima  entender as graves circunstâncias do momento, sair do partido e deixar que o jovem e competente deputado estadual Pedro Tavares assuma o leme – como na verdade já vem fazendo – Se isso acontecer é possível ainda que o PMDB permaneça fazendo parte do arco de alianças de ACM Neto. Se Lúcio insistir em permanecer parece que não tem conversa: o rompimento é dado como certo.  O bafafá vem sendo um dos assuntos mais comentados nos bastidores políticos em Salvador e pode prejudicar muita gente com chances de projeção na política mas também pode abrir caminho para outros, tanto na capital baiana como aqui no Oeste. Vamos aguardar os próximos movimentos deste jogo de bastidores para sabermos o cenário que teremos pela frente em 2018.

  • Compartilhe:

Publicidade