PIB DO AGRONEGÓCIO BAIANO CRESCE 4% NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2021

18 de jun de 2021

 

O PIB do agronegócio baiano, calculado e divulgado nesta quinta-feira (17) pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan), apontou crescimento de 4% no primeiro trimestre de 2021, na comparação com o mesmo trimestre de 2020. Os destaques são os preços da soja, com crescimento de quase 90%; algodão (+69,%); café (+20% em média); mamão (+120%); e boi (+53%).

As informações foram vistas com naturalidade pelo vice-governador João Leão, atual secretário do Planejamento, que não demonstrou surpresa com os dados. “Esses dados não fogem ao esperado. Para a produção de grãos, que foi recorde no ano passado, já se estima um novo recorde este ano, os dados das exportações e o próprio PIB do trimestre já anunciavam que o setor registraria crescimento, mas obviamente não podemos deixar de valorizar o sucesso do segmento”, comemorou.

No primeiro trimestre de 2021, o PIB do agronegócio totalizou R$ 21,6 bilhões, correspondendo a 25,1% de toda a atividade econômica baiana. Essa elevada participação é decorrente tanto do crescimento do agronegócio acima do observado para o conjunto da economia, quanto da elevação nos preços das atividades do agronegócio, particularmente os produtos agrícolas que têm mantido a trajetória de crescimento das cotações nos mercados internacionais.

  • Compartilhe:

Publicidade