PADRE É AFASTADO POR TER CONVIDADO PASTOR EVANGÉLICO PARA CELEBRAÇÃO

21 de fev de 2021


Pastor evangélico Francisco Leite, de Jundiaí (SP) — Foto: Arquivo pessoal

O pastor evangélico Francisco Leite, que foi convidado para participar da celebração da missa de Cinzas, na quarta-feira (17), em Jundiaí (SP), descreveu como “desproporcional” a repercussão do caso.

“Eu dei a saudação, falei sobre a campanha da fraternidade ecumênica e fui muito bem acolhido. Depois disso, surgiu algo que a gente entende ser desproporcional, mas não quero me aprofundar sobre o assunto”, diz.

O padre José Carlos Pedrini era responsável pela Paróquia Sagrado Coração de Jesus, no bairro Colônia, onde ocorreu a missa. Foi ele quem fez o convite ao pastor. Pedrini foi afastado pela Igreja Católica no sábado (20).

Francisco Leite informou que participou da organização da 5ª Campanha da Fraternidade. “A campanha é realizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pelas igrejas que fazem parte do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil e eu fui designado como representante da minha igreja”, explica.

Diocese de Jundiaí abre investigação após pastor evangélico celebrar missa de Cinzas

Diocese de Jundiaí abre investigação após pastor evangélico celebrar missa de Cinzas

O caso ganhou repercussão depois que o vídeo foi parar nas redes sociais (veja acima). As imagens mostram o pastor participando da celebração e, inclusive, comungando, ação religiosa dos fiéis seguidores do catolicismo.

A Diocese de Jundiaí abriu uma investigação e informou que, “conforme a vigente legislação da igreja em situações como esta, enviamos o ocorrido à Congregação para a Doutrina da Fé, em Roma, a fim de que nos seja indicado qual o caminho a seguir”.

Diocese de Jundiaí abre investigação após pastor evangélico participar de celebração da missa de Cinzas — Foto: Reprodução

Diocese de Jundiaí abre investigação após pastor evangélico participar de celebração da missa de Cinzas — Foto: Reprodução

Enquanto o caso é avaliado, a diocese decidiu afastar o padre Pedrini. Ainda conforme a diocese, o padre Giuseppe Bortolato foi chamado para o substituí-lo.

Em uma nota publicada na quinta-feira (18) na página da diocese, o bispo diocesano Dom Vicente Costa, responsável pela Igreja Católica em Jundiaí, afirmou que não tinha conhecimento sobre o assunto e que não havia dado seu consentimento para que o pastor evangélico celebrasse a missa.

“Lamento por tudo isso. A Igreja Presbiteriana Unida de Jundiaí, na qual sou pastor, é uma igreja ecumênica por natureza. Nós pregamos a mensagem do ecumenismo, o respeito e a tolerância”, afirma o pastor.

Padre que convidou pastor para participar de celebração da missa de Cinzas é afastado

Padre que convidou pastor para participar de celebração da missa de Cinzas é afastado

Do G1

  • Compartilhe:

Publicidade