ORAÇÃO AO RIO DE PEDRAS, POESIA DE RONALDO SENA

23 de jul de 2019

 

O rio de pedras está dizendo adeus
A culpa é do homem
Que não reconhece
O que Deus fez
O homem só desfaz
Ele nunca faz nada
O rio só quer seguir sua estrada
O rio só quer seguir
Sua caminhada

Quando vem a madrugada
O rio implora
O rio chora
Para que a fauna e a flora
Não venha virar
Uma simples memória
O rio quando segue é uma procissão
O rio quando ele encontra outros rios
Suas águas cantam e encantam
Em forma de oração

Se o homem tivesse consciência
Escutasse a voz das águas do rio
Pedindo clemência
Mas o homem só quer o poder
Esquece a consciência
Mas no futuro seus filhos vão sentir sede
Sem ter onde beber
O problema que eles vão saber
Que foram vocês que deixaram
O rio morrer

 

Do poeta Ronaldo Sena

  • Compartilhe:

Publicidade