NATURAL DE SÃO DESIDÉRIO E UM DOS MAIORES COMPOSITORES DO PAÍS NA ATUALIDADE, ELVIS ELAN FALA COM EXCLUSIVIDADE AO MURAL DO OESTE

18 de Maio de 2020

Por: Gabriel Sena

Uma música tem o poder de alcançar milhões de pessoas e imprimir sentimentos através das letras e melodias na mesma proporção. Se não todo, boa parte do holofote fica com aqueles que transmitem as letras, os excelentes artistas que o nosso país possui, nos mais diversos estilos musicais. Mas hoje, o Mural do Oeste vai falar sobre os construtores dessas emoções, os compositores. Nesse contexto, a região Oeste tem um dos nomes mais importantes do cenário musical de todo o país, com diversas composições entre as 10 mais tocadas do ano no Brasil, há 5 anos.

Elvis Elan, 30 anos, natural de São Desidério, um rosto que pode passar despercebido, mas um talento que é conhecido por todos através de diversas músicas, que temos certeza que você conhece. Batemos um papo com o artista que fala sobre a sua trajetória na música, o início da sua carreira como cantor e compositor em São Desidério, sua mudança para Goiânia, consolidando-se como compositor após o imenso sucesso da música Liberdade Provisória, de sua autoria em parceria com Henrique Castro, gravada pela dupla Henrique e Juliano.

Confira algumas das composições de Elvis Elan:

 

Mural do Oeste: Conta um pouco mais pra gente sobre o início da sua trajetória no meio musical, da sua mudança da região Oeste para Goiânia, principalmente sobre o início das suas composições.

O início da minha carreira foi na escola, em um concurso chamado ‘Encontro das Artes’, e eu decidi participar, junto com alguns amigos que tocavam alguns instrumentos. Na formação da banda faltou o vocalista e, mesmo sem nunca ter cantado, resolvi cantar nesse dia. Comecei então a me apresentar nos projetos da escola, e montei uma banda de rock. Logo depois que montei essa banda, passamos a cantar outros estilos e formamos uma banda baile, chamada Elvis e Banda. O que aconteceu é que passamos de cantar vários estilos, como faz uma banda baile, a cantar boa parte do nosso show de músicas sertanejas.

Já nesse período eu comecei a pensar em vim pra Goiânia, onde formei uma dupla. Goiânia é onde tudo acontece, onde estão os principais compositores, produtores, empresários, e eu vi nessa mudança a possibilidade de estar mais próximo dos meus sonhos.

O início das composições vem desde a banda de rock e eu sempre gostei de escrever algumas coisas, a primeira composição foi com 14, 15 anos e daquele período nunca parei de escrever.

Mural do Oeste: Como teve a oportunidade de apresentar suas composições para outros artistas do meio?

Depois de um certo tempo que eu estava aqui em Goiânia, onde eu escrevia somente para a minha dupla gravar na época, não pensava em compor e passar minhas músicas para outros artistas. Nesse trajeto eu comecei a conhecer algumas pessoas e conheci um dos meus primeiros parceiros de composições, o Juliano Tchula, que é parceiro da Marília Mendonça em diversas músicas de muito sucesso, e um dos maiores compositores do Brasil, aí a primeira música que foi passei pra um cantor mais conhecido foi pro Cristiano Araújo, que foi a música Blackout. De uns 5 anos pra cá me dediquei praticamente inteiramente a composição, e graças a Deus tem dado muito certo, a gente sempre está no top 10, no ano de 2018 colocamos oito músicas de trabalho entre as 10 mais tocadas do país, que foi um feito grandioso, sendo músicas gravadas por grandes artistas.

Mural do Oeste: A nossa equipe acompanhou a sua apresentação na última edição do São Desidério Fest e também durante o carnaval de Barreiras, naturalmente as pessoas tem um reconhecimento maior à suas composições do que ao seu trabalho como cantor, como você encara isso e de que forma isso influencia no seu projeto de carreira?

Eu sou muito grato e honrado de ter esse reconhecimento como compositor, realizei praticamente todos os sonhos na composição, músicas em novelas, comerciais, e acho que isso influencia de forma muito positiva na minha carreira de cantor, porque eu praticamente parei para me dedicar a minha carreira de compositor e na hora certa vou gravar o meu trabalho, com parcerias dos artistas que já gravaram minhas músicas e lançar minha carreira de cantor de uma forma maior.

Falando do sucesso recente da música Liberdade Provisória, gravada pela dupla Henrique e Juliano, qual a sensação de ter o seu trabalho reconhecido e consolidado em todo o país?

Sobre a música Liberdade Provisória é realmente uma consolidação do meu trabalho de compositor, porque é a coroação de vários anos de trabalho, até o momento é a maior música da minha vida. É uma música realmente diferente, e fico mais feliz por ter sido gravada por amigos. Desde que iniciei sempre quis gravar com Henrique e Juliano, e nesse último trabalho DVD deles, conseguimos colaborar com esse projeto. Muita gente não sabe como é a carreira de um compositor que compõe em grande escala, que abastecem o mercado, achar os temas certos, as melodias certas. É muito trabalhoso, acordamos cedo, passamos o dia todo buscando escrever o que o público quer ouvir, achando as ideias certas, pra atingir de forma objetiva o público, e eu tenho conseguido executar esse trabalho, graças a Deus, com excelência.

 

Mural do Oeste: Agradecemos a você pela entrevista, desejamos ainda mais sucessos e boa sorte em seus novos projetos!

 

 

 

  • Compartilhe:

Publicidade