MUITOS QUE PRESTARAM DELAÇÃO PREMIADA ESTÃO FUMANDO CHARUTO E RINDO DE NOSSA CARA, DIZ LULA

08 de dez de 2017

Ex-Presidente Lula durante reunião do PT -Estrategias para a Economia Brasileira- Foto: Sérgio Lima/PODER 360

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez nesta sexta-feiRa, 8, novas críticas à Lava Jato e ao juiz federal Sérgio Moro, durante a sua passagem pela Universidade Federal Rural, campus de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. A um auditório cheio de estudantes e professores, Lula disse que “inventaram o apartamento, triplex, offshore no Panamá”. “O juiz Moro tem que saber se alguém brigou no País contra a corrupção foi o PT” , afirmou Com ele, estavam o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, o ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim e o senador Lindbergh Farias (PT-RJ). A visita abriu o ultimo dia da caravana de Lula pelo Rio, focada em municipios da periferia da região metropolitana. “Todos que prestaram delação estão fumando charuto e rindo da nossa cara, quem está fxdxdy é o trabalhador”, disse. “Constroem a sociedade entorpecida, anestesiada, e colocam a culpa de toda a desgraça em alguém. Estão jogando a culpa da miséria do País na Previdência Social”, disse Lula. Ele afirmou também que o presidente Michel Temer “não é um presidente, é um instrumento do poder financeiro brasileiro”. Citando novamente o juiz da Lava Jato, Lula alegou ter sido injustiçado. “Moro viu que o apartamento não era meu, que não teve dinheiro da Petrobrás, mas mesmo assim me condenou. Até testemunha de acusação, o Leo Pinheiro da OAS, o máximo que ele falou era que o Lula sabia, mas na audiência anterior falou que não sabia”, disse. “Desafio alguém a dizer que pedi ou alguém me deu R$ 5. Eu vim de baixo, sei o que é ser pobre”, afirmou. Leia mais no Estadão.

Estadão

  • Compartilhe:

Publicidade