MINISTRO DE MINAS E ENERGIA DEFENDE REDUÇÃO NO USO DO CHUVEIRO

01 de set de 2021

Em pronunciamento transmitido em cadeia nacional de rádio e TV, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, pediu que os consumidores residenciais reduzam o uso de energia em razão do agravamento da crise hídrica.

Basicamente, Albuquerque sugeriu que os brasileiros tomem menos banho: redução do uso de chuveiros elétricos, condicionadores de ar e ferros de passar, com uso desses equipamentos preferencialmente de manhã e nos fins de semana.

“A título de exemplo, uma redução média de 12% no consumo residencial equivaleria ao suprimento de nada menos que 8,6 milhões de domicílios”, disse o ministro no pronunciamento. “Podemos conseguir até mais, eliminando todo o desperdício no consumo de energia”, acrescentou.

Albuquerque também culpou a natureza pela falta de energia, alegando que a falta de chuvas no Sul foi superior ao previsto e ocorreu também em outros países.

O ministro anunciou um aumento de 6,78% na tarifa média da conta de luz, válido a partir de amanhã (1º), e anunciou desconto extra na conta para quem reduzir o consumo de energia elétrica. Tudo isso para tentar evitar duas palavras: “racionamento” e “apagão”.

 

 

  • Compartilhe:

Publicidade