MÉDIUM JOÃO DE DEUS É SUSPEITO DE ABUSAR SEXUALMENTE DE MULHERES EM GOIÁS

11 de dez de 2018

O médium João Teixeira de Faria, de 76 anos, conhecido como João de Deus, está sendo investigado pela suspeita de crimes sexuais que teriam sido cometidos durante atendimentos feitos na Casa de Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia. O G1 traçou um perfil do líder religioso que ficou internacionalmente conhecido por fazer cirurgias espirituais em milhares de pessoas, entre elas celebridades internacionais e políticos famosos.

O jornal “O Globo”, a TV Globo e o G1 têm publicado nos últimos dias relatos de dezenas de mulheres que se sentiram abusadas sexualmente pelo médium. Não se trata de questionar os métodos de cura de João de Deus ou a fé de milhares de pessoas que o procuram.

O advogado Alberto Toron, que defende o médium, afirmou que o cliente nega as acusações e que ele está à disposição da Justiça para esclarecimentos.

João de Deus nasceu no dia 24 de junho de 1942, no povoado de Cachoeira da Fumaça, que, em 1953, foi emancipado e tornou-se o município de Cachoeira de Goiás. João é o caçula de seis filhos.

Ele se mudou com a família para Itapaci, cidade na mesma região onde nasceu, tendo estudado até o segundo ano do ensino fundamental. Segundo narra o site da Casa de Dom Inácio, João nunca aprendeu a ler ou escrever, precisando abandonar os estudos para ajudar no sustento da família.

Via: G1

  • Compartilhe:

Publicidade