MÉDICO BAIANO ELSIMAR COUTINHO MORRE DE COVID-19, AOS 90 ANOS

17 de ago de 2020

Uma das maiores referências em planejamento familiar do país, o médico baiano Elsimar  Metzker Coutinho, que estava internado com covid-19 desde 20 de julho, não resistiu à doença e faleceu nesta segunda-feira (17). Inicialmente, ele deu entrada no Hospital Aliança, em Salvador, mas foi encaminhado para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Cientista pioneiro no desenvolvimento de anticoncepcionais femininos e na fabricação de implantes hormonais, Elsimar tinha 90 anos e deixa esposa, Tereza Coutinho, filhos e netos. Elsimar chegou a fazer hemodiálise e traqueostomia, e estava sob os cuidados do Dr. Roberto Kalil Filho.

Formado nos cursos de Farmácia e Medicina pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), o médico tinha mais de meio século de carreira em pesquisa. Fundador do Centro de Pesquisa e Assistência em Reprodução Humana (Ceparh), no bairro da Federação, ele era autoridade mundial em tratamentos de infertilidade provocada por endometriose e miomatose. Quando estudante, Elsimar chegou a estudar nos EUA ao lado de George Corner, descobridor do hormônio feminino progesterona.

Nascido na região metropolitana de Salvador, na cidade de Pojuca, Elsimar herdou do pai o interesse pela medicina. Depois de cursar duas graduações na Ufba, ele conseguiu uma bolsa pública, paga pelos governos brasileiro e francês, para estudar na Sorbonne, Universidade de Paris, ao lado do professor Claude Fromageot. Por lá, se interessou pelo estudo dos hormônios, assunto ao qual se dedicou até seus últimos dias.

Via: Correio*

  • Compartilhe:

Publicidade