MANEJO CLÍNICO PARA POSSÍVEIS CASOS DE CORONAVÍRUS É APRESENTADO AOS PROFISSIONAIS DE BARREIRAS

03 de mar de 2020

 

Médicos, enfermeiros e demais profissionais da área de saúde da rede particular e que integram a Secretaria de Saúde de Barreiras, participaram na tarde dessa segunda-feira (02) da reunião para atualização do manejo clínico e o fluxograma que serão adotados pelo município em possíveis casos do Coronavírus. O encontro que aconteceu no auditório da Prefeitura contou ainda com a participação de coordenadores do SAMU, UPA, VIEP, VISA, Hospital Municipal Eurico Dutra, Atenção Básica e Hospital do Oeste.

Em sua apresentação, o infectologista Dr. Jorge Luiz Abrahão mostrou um pouco da evolução da doença no mundo e a atuação correta com pacientes que apresentem os sintomas do Coronavírus. Usar máscaras cirúrgicas, lenços de papel nos casos de tosse, espirros e secreção nasal, bem como a higienização frequente das mãos com água e sabonete líquido, foram algumas das medidas apresentadas e que deverão ser seguidas inclusive pelos profissionais que trabalham no apoio, limpeza e manutenção das unidades de saúde.

A prevenção e as condutas de atuação tiveram início na última sexta-feira (28) quando confirmado o primeiro caso positivo no Brasil. Dentro do fluxograma apresentado pela enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Liana Sobreira, qualquer caso suspeito de pacientes com Coronavírus que procurar as Unidades de Saúde, os profissionais devem imediatamente notificar a VIEP para orientações e início das ações de controle e investigação.

“De maneira preventiva, a rede municipal de saúde preocupada com o avanço dessa doença está ordenando as condutas e atuações pertinentes, esse encontro foi exclusivamente pensado para os profissionais que atuam diretamente com o público. Nossa intenção é antecipar os fatos de forma que toda rede se organize para que todos os órgãos que atendem a população como a UPA, Unidades Básicas, Hospital do Oeste e o SAMU estejam prontos, assegurando o bom atendimento aos pacientes”, destacou Liana.

Para os pacientes que apresentarem sintomas brandos considerados estáveis, as orientações médicas incluem o isolamento domiciliar. Já os pacientes com sintomas moderados à grave serão encaminhados para internamento hospitalar, conforme indicação médica. Os casos graves serão encaminhados para o Hospital do Oeste que tem como referência o Instituto Couto Maia, em Salvador.

De acordo com o infectologista Dr. Jorge Luiz Abrahão, as medidas preventivas de iniciativa da Prefeitura de Barreiras dentro do Projeto Saúde Humanizada busca preparar pacientes, profissionais e toda população no combate de possíveis casos da doença. “Existe um risco muito pequeno de infecção em nossa região, não há necessidade da população se alarmar, o objetivo desse encontro foi justamente de orientação aos profissionais de saúde com relação ao atendimento e tratamento nos possíveis casos de Coronavírus”, pontuou.

  • Compartilhe:

Publicidade