LUCIANO HUCK SE DEFENDE SOBRE COMPRA DE JATINHO PELO BNDES

21 de ago de 2019

Após o presidente Jair Bolsonaro fazer provocações ao apresentador Luciano Huck e revelar que ele tinha comprado um jatinho com subsídio do BNDES, o global resolveu se defender. “A empresa Brisair, da qual sou sócio, comprou um avião produzido pela Embraer. Para tanto, fizemos um empréstimo transparente, pago até o fim, sem atraso. Tudo como manda a lei”, afirmou em texto enviado à Folha.

“O BNDES/Finame é um tipo de financiamento bancário concebido para favorecer a indústria nacional, abrindo-lhe condições de competir em pé de igualdade com produtores estrangeiros. Milhares de operações financeiras como esta foram realizadas, com único objetivo de estimular a produção, a aquisição e a comercialização de bens, máquinas e equipamentos produzidos no Brasil”, explicou.

Segundo o site, a aeronave de Huck foi comprada em 2013, em nome da empresa Brisair Serviços Técnicos Aeronáuticos, pelo valor de R$ 17,7 milhões, também via Itaú/Unibanco, com juros a 3% ao ano. “A compra e o financiamento da aeronave foi feita por meio de um contrato absolutamente legal, sem vício, vantagem ou privilégio”, finalizou.

  • Compartilhe:

Publicidade