LEM: POSTO ELEITORAL INAUGURADO NESTA SEGUNDA-FEIRA NA POLICLÍNICA MUNICIPAL REALIZARÁ MUTIRÃO BIOMÉTRICO ATÉ 17 DE DEZEMBRO

02 de dez de 2019

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) em parceria com a Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães inaugurou na manhã desta segunda-feira (02), na Policlínica Municipal, mais um posto eleitoral para facilitar o acesso dos eleitores para a realização do recadastramento biométrico.

De acordo com o chefe do cartório eleitoral, Edilson Paulo Lima dos Santos, dos 60.075 eleitores do município, cerca de 12 mil ainda não realizaram a biometria, sendo que o Santa Cruz e o Conquista estão entre os bairros com o maior número de pessoas não cadastradas.

Com o objetivo de levar a justiça eleitoral para mais próximo desses moradores, iniciou hoje e vai até o dia 17 de dezembro, na Policlínica Municipal, um grande mutirão para o recadastramento biométrico. O atendimento será por ordem de chegada e acontece das 7h às 17h, sem intervalo para o almoço. Para realizar o procedimento, o morador precisa levar um documento oficial com foto em bom estado e um comprovante de residência.

Para o prefeito Oziel Oliveira, essa parceria com o TRE-BA é muito importante para facilitar a regularização da vida eleitoral dos moradores. “A nossa Policlínica tem um fluxo diário muito grande de pessoas. A partir de hoje, o cidadão chegará aqui, realizará a sua consulta médica e já aproveitará e realizará também a biometria. Vamos disponibilizar também um veículo para aquelas pessoas que esquecerem algum documento em casa, para que elas não deixem de realizar o procedimento”, comentou o chefe do executivo.

Durante a inauguração do novo posto eleitoral, o juiz Eleitoral de Luís Eduardo Magalhães, Dr. Flávio Ferrari, lembrou aos presentes que o procedimento da biometria é obrigatório e que as consequências para quem não realizar o procedimento são sérias. “Além do eleitor não poder exercer o seu direito de votar, pois o seu título de eleitor será cancelado, o CPF também poderá ser suspenso pela Receita Federal. A pessoa não poderá sacar o seu Bolsa Família, poderá ter suas contas bancárias bloqueadas, ficará impedido de obter empréstimos, inscrever-se em concurso público, tirar passaporte, entre outros problemas”, alertou o juiz.

Também participaram do evento o coordenador do mutirão e chefe de cartório da 160ª zona eleitoral de Santa Bárbara/BA, Sandro Eduardo Sales; os secretários de Agricultura, Eduardo Yamashita; de Meio Ambiente e Economia Solidária, Alcides Meira; de Segurança, Ordem Pública e Trânsito, Daniel Álvares e de Trabalho e Assistência Social, Fábio Rocha; o presidente da Câmara de Vereadores, Reinildo Nery e o vereador Carlos Koch.

Assessoria de Comunicação (ASCOM)
Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA

  • Compartilhe:

Publicidade