LEM: POLICLÍNICA REALIZOU MAIS DE 200 CONSULTAS COM ESPECIALISTAS NESTE SÁBADO (24)

26 de mar de 2018

Na manhã deste sábado (24), centenas de cidadãos foram atendidos na Policlínica Municipal de Luís Eduardo Magalhães nas especialidades Otorrinolaringologia, para 150 crianças e adultos, e Mastologia, para 80 mulheres. Todos vieram dos postos de saúde, onde passaram por uma consulta que funcionou como triagem para o atendimento com o médico especialista.

O otorrino Cláudio Máximo, com 28 anos de experiência na área, afirma que a prevenção é mais importante. Pela primeira vez o especialista, que reside em Brasília, realiza consultas no município e recomendou à população que faça a prevenção, o que inclui consultas regulares. “A medicina não é curativa, é preventiva. Todos devem ter atenção a isso”, frisou.

A dona de casa, Sandra Lima, de 26 anos, está grávida de seis meses e veio à consulta com o especialista após a enfermeira do posto de saúde verificar um nódulo no seio esquerdo. Ela relatou um fato comum na população em geral, provocado também pelo medo: não fazer o toque nos seios, o que pode antecipar os cuidados necessários e evitar o tratamento, em caso de comprovação de câncer.

Satisfeita com o atendimento e o apoio recebido desde o posto de saúde, Sandra Lima mostrou-se também tranquila. “Nunca me preocupei em fazer [o toque]. Mas agora sei que tenho nódulos e estou aqui para fazer a consulta e meus exames”, disse a dona de casa.

O mastologista da Policlínica, dr. Marques, explicou que, no caso da dona de casa, fará um novo exame na Policlínica e recomendará uma ultrassom para diagnosticar se os nódulos são benignos ou malignos, quando o câncer é comprovado. “Essas etapas são feitas na rede municipal de saúde de Luís Eduardo Magalhães. Em caso de cirurgia, o tratamento será um pouco mais complexo pelo fato da gravidez”, afirmou.

O especialista orienta que as mulheres devem tocar os seios regularmente, pois o câncer de mama continua como o mais comum. “É o que mais mata, mas também o que mais tem cura. Quando diagnosticado tem chance real de 90% de cura, mas a prevenção ainda é o caminho mais fácil para ter mais chances de evitar o tratamento e as cirurgias”, falou.

Ele falou ainda que o número de comprovação de câncer de mama é relativamente alto em Luís Eduardo Magalhães. “A cada mês, comprovamos um, dois casos da doença, o que podemos considerar como um número alto pata uma cidade desse porte”, explicou Marques.

Os cuidados com a saúde, disse o especialista, não têm idade. “A maioria dos casos de câncer são registrados entre os 40 e 60 anos, entre homens e mulheres. Nessa faixa etária, o tratamento tem mais efeito. Quando o câncer é diagnosticado em pessoas mais é mais agressivo e quase sempre irreversível. Daí a importância da prevenção e das consultas regulares aos especialistas”, recomendou.

O secretário municipal de Saúde, Felipe Melhem, acompanhou os atendimentos e se mostrou satisfeito com os resultados de mais uma ação na Policlínica. “Todas as consultas são agendadas, o que comprova a eficácia do nosso sistema municipal. Não podemos e não estamos deixando a população sem atendimento. Essa é nossa missão. Só aqui na Policlínica conseguimos fazer mais de 400 atendimentos por dia. Por isso, fazemos algumas consultas aos sábados e está funcionando”, comemorou.

O gestor da saúde municipal lembrou do mutirão de cirurgias de catarata que acontecerá nos próximos dias 31 de março e primeiro de abril em Luís Eduardo Magalhães. “Serão mais de 50 já programadas e decorreram das mais de 100 consultas que fizemos nas últimas semanas aqui na Policlínica”, concluiu.

  • Compartilhe:

Publicidade