LEM: DESPARECIDO MISTERIOSAMENTE, EX-VICE DO COMANDANTE RANGEL PODE SER UM ARQUIVO VIVO

13 de nov de 2020

 

Um fato vem intrigando a população de Luís Eduardo Magalhães. O repentino desaparecimento misterioso do candidato a vice-prefeito na chapa encabeça pelo Comandante Rangel (PL). Em entrevista coletiva a imprensa, o Comandante Rangel  acusou a campanha de Júnior Marabá de ter pago 200 mil reais ao Sr. Aldo para que ele desistisse da candidatura a vice com a finalidade de fazer com que Rangel também não concorresse.  De acordo com a imprensa local,  no dia 7 de novembro de 2020, o Sr. Aldo Carneiro Dourado, o então candidato a vice-prefeito na Chapa 22, através de um advogado da coligação de Marabá entregou um ofício assinado, renunciando o cargo de candidato a vice-prefeito de Luis Eduardo Magalhães e desde então sumiu sem que nem mesmo a sua família saiba do seu paradeiro. Nas ruas de Luís Eduardo a principal pergunta é: onde está o ex-vice de Rangel? O que teria acontecido com ele? Porque fugiu ou foi obrigado a fugir de repente? Renunciou ou foi obrigado a renunciar diante do valor proposto ou de supostas ameaças?  Essas perguntas deverão continuar a serem feitas inclusive pelo Ministério Público, Pela Polícia Civil, pela Polícia Federal e pela Justiça Eleitoral. Para isso, o ex-vice precisa ser encontrado e esclarecer os fatos já que a sociedade luiseduardense aguarda ansiosa pelo desfecho do caso.

O delegado Leonardo Almeida disse a imprensa local que aguarda informações de algum familiar para dar início as buscas pelo desaparecido. É a primeira vez na história de Luís Eduardo Magalhães que um  fato desta natureza acontece com um candidato a vice-prefeito sendo acusado de ter sido comprado por outra coligação e desaparece sem deixar rastros. Espera-se que até domingo, diz 15 de novembro, as autoridades apresentem alguma reposta a sociedade para o misterioso sumiço do ex-vice-prefeito que na cidade já ganhou o apelido do HOMEM DE 200 MIL

 

  • Compartilhe:

Publicidade