JORNAL VALOR ECONÔMICO PUBLICA MATÉRIA SOBRE RECUPERAÇÃO E CRESCIMENTO DE PARTIDOS NA BAHIA

13 de nov de 2020

Em matéria publicada no último dia 11/11/2020 pelo jornal Valor Econômico, o próximo domingo, 15/11/2020, será um dia de muitas reeleições Brasil afora, o PSD deverá obter a maior expansão em número de prefeitos eleitos. outro partido que deve crescer e se recuperar das perdas nos últimos anos é o PT, são as previsões do cientista político Antonio Lavareda, feitas em levantamento para o Valor Econômico.
Para Lavareda, o PT, que elegeu prefeitos em 19 dos 95 municípios brasileiros com mais de 200 mil eleitores em 2012, mas teve uma queda brusca há quatro anos, deverá recuperar espaço e amealhar sete das cidades com o maior eleitorado do país.
O PSD, legenda fundada pelo ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, deverá triplicar sua presença nos 95 maiores municípios, passando de quatro prefeitos eleitos em 2016 para doze, e tende a assumir a segunda colocação do PSDB no total de 5.570 prefeituras, aumentando sua fatia de 10% para 15%. O MDB deverá se manter como o líder desse ranking e eleger quase 20% dos prefeitos.
Na página oficial do PSD, o presidente da sigla no Estado, senador Otto Alencar, lembra que esta é a terceira eleição municipal da qual a legenda participa. “Nós temos nove deputados estaduais, seis federais, dois senadores, essa base faz crescer o partido. Também nossa relação, minha e de Angelo Coronel, com muitos líderes do interior. E muito disso também é o efeito do conjunto da obra, dos resultados do Governo do Estado. Se o governador não tivesse bem avaliado, poucos seriam os aliados”, diz o parlamentar.
O deputado federal licenciado Nelson Pelegrino, hoje Secfretário de Desenvolvimento Urbano, SEDUR do Governo Rui Costa, ressaltou que o crescimento da base do governo da Bahia é fruto das alianças assertivas. “Embora alguns insistam em apresentar pesquisas que tentam desqualificar as candidaturas do PT, nossos números mostram, por exemplo que dentre os 10 maiores municípios baianos o PT vai fazer prefeitos na maioria, a gente vê isso em Feira de Santana, Vitória da Conquista e Teixeira de Freitas, por exemplo são uma demonstração de que as pesquisas que são apresentadas não irão representar o resultado das urnas.” afirmou o Secretário.
O deputado estadual e Lider do Governo na Assembleia Legislativa, Rosemberg Pinto, ressaltou em sua página o crescimento do partido em todo o estado da Bahia, assim como os partidos que fazem parte da base do governo, é uma consequência da gestão Rui. “Na condição de Líder do Governo, reforço que os candidatos da nossa base são a oportunidade dos eleitores escolherem uma gestão que siga de mãos dadas com o Governo do Estado que é aprovada por mais de 90% dos baianos”. Segundo o Líder do Governo, existem muitas pesquisas feitas sem critérios e apresentadas para a população, o que pretende é colocar os candidatos do PT em situação que não estão, como é o caso de Teixeira de Freitas e Salvador por exemplo.
Para o Deputado Federal Paulo Magalhães, do Partido Social Democrata (PSD), no caso da Bahia, o crescimento do PSD e do PT é um resultado esperado, fruto de uma aliança pelo povo baiano que deu certo, no Senado Federal, na Câmara de Deputados e na Assembleia Legislativa. “Agora veremos essa aliança sendo ampliada para os municípios baianos”. O Deputado citou os exemplos de Valença e Teixeira de Freitas, uma aliança do PSD com PT fez com que esses municípios tivessem candidaturas que o dia-a-dia nas ruas mostram que serão vitoriosas. Segundo Magalhães, o fato de ter o PSD junto será um diferencial para o candidato do PT sair do empate e ir para a vitória em Teixeira de Freitas, já em Valença, a vinda do PT trouxe a força do Governo do Estado, do Senador Jaques Wagner e dos parlamentares do PT para compor com o Prefeito Ricardo Moura e leva-lo a reeleição.
No total, o PSD tem 5.077 candidatos na Bahia, número bem superior ao segundo colocado, o PP, que lançou 4.164, e o PT do Governador Rui Costa, que tem 3.852 postulantes. O DEM que era tradicionalmente forte no estado terá apenas 2.807 candidaturas,
Os dados e crescimentos dos partidos serão confirmadas de fato apenas nas urnas, de uma forma ou de outra, a capacidade de coalizão de partidos pelo mesmo objetivo, será o fator determinante para que essas projeções se confirmem.

  • Compartilhe:

Publicidade