JOÃO LEÃO É CONVIDADO PARA SER MINISTRO. SE ACEITAR PROVOCA UM TSUNAMI NA POLÍTICA BAIANA

02 de mar de 2018

Roberto de Sena

Mural do Oeste

 

O vice governador da Bahia, João Leão, foi convidado, oficialmente, para ser o novo ministro da Saúde  em substituição a Ricardo Barros (PP) que retorna para a Câmara dos Deputados. Leão ainda não respondeu mas se aceitar provoca um rebuliço sem tamanho na política baiana. O seu filho, o deputado federal Cacá Leão, entraria na chapa do Dem na condição de vice de ACM Neto, substituindo o PMDB, dando mais tempo de televisão ao prefeito de Salvador no horário eleitoral gratuito e agregando lideranças importantes no interior da Bahia que são historicamente ligadas a João Leão. Neste time entrariam o ex-prefeito de Barreiras, Antonio Henrique, o deputado estadual Antonio Henrique Junior, O ex-prefeito de Barra, Dr. Arthur, o prefeito de Santa Maria da Vitória, Renatinho, o prefeito de Formosa do Rio Preto, Termosíres Neto, a Prefeita de Cotegipe Márcia Sá Telles, sua irmã Fernanda Sá Telles, prefeita de Wanderley, o prefeito de Santa Rita de Cássia Romualdo Setúbal, o prefeito de São Desidério, Zé Carlos, entre muitos outros da região. O cenário político se alteraria profundamente. Todavia é preciso lembrar que Leão tem sido fiel a Rui e já recebeu diversas investidas do governo Temer e do grupo de ACM Neto e tem se mantido firme. Um convite para ser ministro da Saúde, entretanto, é algo muito maior e que pode mexer com a cabeça do vice-governador. O mundo político precisa ficar de olho nesta movimentação tendo em vista que ela tem potencial para promover mudanças significativas no cenário político da Bahia. Tanto ACM Neto quanto Rui Costa estão com o coração na mão a espera do que João Leão vai definir. Se Leão aceitar o convite Neto ganha folego novo na disputa pelo  Palácio de Ondina. Se Leão disser que não, Rui Costa respira aliviado e toca em frente seguido o seu roteiro.

Aqui em nosso quintal no Oeste Baiano, se Leão fechar aliança com ACM Neto o cenário político também sofrerá mudanças. Prefeitos que hoje estão com Rui Costa poderão mudar imediatamente para ACM Neto. Já as lideranças que estão com Neto, para não ficar no mesmo balaio com os seus adversários paroquiais, mudarão para Rui Costa por uma questão de sobrevivência política. Portanto a decisão de Leão será um tsunami também aqui no Oeste onde, como se sabe, não tem mar. Mas pode ter enchentes. E das grandes.

  • Compartilhe:

Publicidade