JOÃO GUALBERTO QUESTIONA FECHAMENTO DE CONVÊNIOS E POLARIZA DE VEZ DISPUTA AO GOVERNO DO ESTADO COM RUI COSTA

23 de abr de 2018

O deputado federal João Gualberto (PSDB) afirmou que aguarda o processo contra ele “prometido” pelo governador Rui Costa (PT) após a repercussão das declarações do tucano, referentes aos convênios com prefeituras.

“Vou protocolar um pedido para ter acesso a todos os convênios do governo fechados nas últimas semanas. Tenho conhecimento de 107 convênios. Assinou agora e por que não antes? Não tem dinheiro e está fechando por qual razão?”, questiona Gualberto.

O deputado federal foi lançado pré-candidato ao governo estadual pelo PSDB após o prefeito ACM Neto (DEM) anunciar que não entraria na disputa eleitoral deste ano. O tucano polarizou com Rui Costa e vem concedendo diversas entrevistas nesta “segunda largada” pré-eleitoral.

Desde que José Ronaldo, que renunciou à prefeitura de Feira de Santana, foi anunciado por Neto e pelo DEM como candidato da oposição, Gualberto colocou seu nome à disposição para representar o campo político de oposição ao petismo.

Presidente estadual do PSDB, o deputado não contestou publicamente o nome de Zé Ronaldo, contudo, acredita ser necessário fazer o debate na oposição para ver quem melhor reúne as condições de fazer frente ao governador Rui Costa.

No que se refere ao prometido por Rui Costa contra ele, o tucano diz não temer. “Espero que ele coloque à disposição da sociedade todos os convênios, de todas as cidades e quando foram feitos para que todos tenham conhecimento”.

Gualberto ainda ironizou a declaração do petista que afirmou em entrevista que após a defecção de Neto de 30 a 40 prefeitos procuraram o governo para ‘aderir’. “São muitos que vieram. A oposição tinha 120 prefeitos, se eu fosse chutar. Antes do anúncio tínhamos recebido 50 prefeitos. Agora, mais 30, 40 prefeitos”, acrescentou Rui Costa.

Gualberto diz que isso é outra inverdade do governador.

 

Via: BNews

  • Compartilhe:

Publicidade