JAGUARIPE: RUI ENTREGA TERMINAL HIDROVIÁRIO DE MUTÁ E ANUNCIA CONSTRUÇÃO DE ESCOLA

08 de mar de 2018

O governador Rui Costa (PT) entregou, nesta quinta-feira (8), o Terminal Hidroviário da comunidade de Mutá, vilarejo do município de Jaguaripe, após obra de recuperação. O Terminal da Sede também será recuperado na iniciativa que totaliza um montante de R$ 1,3 bilhão em investimentos. “O objetivo é dar viabilidade a esses terminais, não só para a população do município, já que esses equipamentos são úteis para o desenvolvimento do turismo”, afirmou Rui. Para o terminal de Mutá, a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) realizou obras de recuperação estrutural no valor de R$ 828 milhões. Foram restauradas partes da fundação, que estava comprometida, e da estação de passageiros. Serão beneficiados os municípios de Aratuípe, Valença, Nazaré, Salinas da Margarida, Maragojipe e Jaguaripe. No Terminal da Sede, mais R$ 524 milhões serão investidos. Os serviços a serem realizados incluem a recuperação estrutural da ponte de acesso e atracadouro em concreto, com reconstrução de um vão da ponte de acesso e reparo da ponte de acesso em concreto armado. Com a obra, serão beneficiadas 18 mil pessoas que circulam entre os municípios de Aratuípe, Valença, Nazaré, Vera Cruz, Salinas da Margarida, Jaguaripe e Santo Antônio de Jesus. Ainda segundo o governador, o Estado publicará em breve uma licitação para a recuperação de 14 quilômetros da BA-883, no trecho que liga Jaguaripe até a BA-001. Uma nova escola na cidade também foi anunciada por Rui. “O colégio terá seis salas de aula e um investimento de R$ 3 milhões. A licitação será realizada nos próximos dias e devemos inaugurar até o final do ano. A unidade vai oferecer melhor infraestrutura, garantindo ensino profissionalizante e tempo integral para o estudantes da cidade”, revelou. Ainda para Jaguaripe, o governador entregou um trator com implementos agrícolas e autorizou a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar convênio no âmbito do Projeto Bahia Produtiva, no segmento de mandiocultura, com a Associação de Produtores Rurais de Riacho do Miranda. Um investimento de R$ 416 mil.

 

 

 

  • Compartilhe:

Publicidade