GUALBERTO REBATE RUI E DIZ QUE DILMA VETOU EMENDA QUE ISENTA IMPOSTO DO DIESEL

28 de maio de 2018

O deputado federal João Gualberto (PSDB) rebateu à fala do governador Rui Costa na tarde desta segunda-feira (28), sobre a responsabilidade dos parlamentares de oposição ao governo em relação aos aumentos dos impostos que refletem no valor do Diesel, motivo de greve dos caminhoneiros que já dura 8 dias.  O governador da Bahia culpou os deputados federais aliados do presidente Michel Temer , responsável por dobrar o valor do PIS-Cofins, pela greve no país. No entanto, Gualberto disse que o chefe do executivo está “mal informado”.

Conforme ele, a presidente deposta Dilma Rousseff (PT) vetou, em 2015, uma emenda do deputado Nilson Leitão (PSDB) que isenta o PIS/COFINS do combustível diesel. “A Câmara aprovou, o Senado também e a Dilma vetou em 2015. E os deputados do PT votaram contra a redução do imposto”, disse, ao BNews.

O parlamentar explicou ainda que “Temer aumentou o PIS/COFINS por decreto, não foi votado . O governador está muito mal informado”.  Gualberto pontuou ainda que alguns parlamentares da base do governador Rui, dos partidos PP e PR votaram contra a investigação do presidente Michel Temer: Cacá Leão (PP), Mário Negromonte (PP), Cláudio Cajado (PP) , Roberto Brito (PR) e Ronaldo Carleto (PP).
Via: BNews

Com informações do editor Luiz Fernado Lima

  • Compartilhe:

Publicidade