GOVERNO GOSTARIA QUE MINISTRO DA EDUCAÇÃO SE ANTECIPASSE E PEDISSE DEMISSÃO

08 de abr de 2019

De forma reservada, integrantes do governo manifestaram desejo de que o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, se antecipe ao problema e peça demissão. Mas o próprio Vélez já deixou claro que não fará isso, o que deve dificultar uma solução para o Palácio do Planalto.

Na última sexta-feira (5), o próprio presidente Jair Bolsonaro demonstrou descontentamento com o desempenho de Vélez, disse que está claro que “não está dando certo” e que nesta segunda-feira (8) haveria uma definição: “seria o dia do fico ou não fico”.

Um auxiliar próximo do presidente reconheceu na manhã desta segunda que ainda não há uma definição sobre o tema. A avaliação é de que é preciso corrigir o rumo na gestão do Ministério da Educação, considerada sofrível no núcleo palaciano.

Até o início da manhã desta segunda, ainda faltava um nome de consenso para uma eventual substituição. “O nome de um possível substituto continua em estudo”, disse um auxiliar de Bolsonaro.

Via: G1

  • Compartilhe:

Publicidade